[FP] Condello, Mark {In Progress...}

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[FP] Condello, Mark {In Progress...}

Mensagem por Mark G. Condello em Seg Dez 07, 2015 2:12 pm




IDADENOMESOBRENOME

Nome completo /////////////Mark Gabbiadini Condello

Nascimento /////////////15 maio. 1997

Nacionalidade /////////////Italiano.

Sexualidade /////////////Hétero.

Super-Poder /////////////Vampirismo.

Medo /////////////
Não apresenta nenhum medo.

Faceclaim /////////////
Joseph Morgan.


"Uma frase que defina seu personagem, caso coloque em outra língua traduza ao lado."

PERSONALIDADE


Sebastian é uma pessoas essencialmente cruel na maior parte do tempo, não se importando nem mesmo com a sua família, seu jeito o impede de fazer amigos, geralmente é temido por todos que cruzam seu caminho. Frio, sarcástico, encantador e inteligente, possui o estereotipo ideal de um galã, usando isso para manipular as pessoas como se fossem brinquedos, é impulsivo, orgulhoso, quase sempre envolvido em brigas, discussões, mortes. Tem um espírito de liderança notável, é uma pessoa muito territorial, não gosta de que roubem o que é seu e também não gosta muito quando alguém fica contra ele, não se importa em matar seus inimigos e desafetos. Suas características mais marcantes são sem dúvidas o meio sorriso e a ironia, figura de linguagem que ele mais usa no seu dia a dia. Não crê no amor verdadeiro, portanto é muito desconfiado, sendo esse mais um motivo para sua ausência de amigos.

HISTÓRIA


15/07/1997 - Um homem qualquer caminhava pelos becos da grandiosa cidade de Nápoles, seu passo era acelerado assim como sua respiração. A noite fria e escura parecia querer ocultar a localização de tal ser, mas finalmente eles o encontraram. Eles quem? Os homens mais poderosos de toda Itália, os Di Mateo. Liderados por Alfredo Di Mateo, um mafioso impiedoso e cruel, eles controlavam todo o dinheiro que passava pela Itália, eram portanto a família mais forte de toda a península itálica. Através de um esquema de lavagem de dinheiro e venda de drogas, Alfredo e seus parentes conseguiram estabelecer um domínio sem igual no seu país, era impressionante como as drogas vendiam rápido naquela época, mas como em toda relação de comércio, haviam aqueles que eram mal pagadores e era exatamente essa a situação do homem que agora encontrava-se esparramado no chão, com duas balas no fundo do peito.

Após cometer aquele terrível crime, La Familie, como eram conhecidos os membros da família Di Mateo, decidiram se reunir em um restaurante luxuoso da cidade, dispostos a celebrar mais um assassinato bem sucedido, mas infelizmente graças a uma operação surpresa da polícia italiana, o bando inteiro foi presos. E esse foi o terrível fim da máfia italiana.

16/07/1997
- Tolos... - murmurou Alfredo lendo o jornal do dia anterior. Ele fora o único membro do bando que não fora preso, pois minutos antes foi alertado por uma voz no seu interior sobre a operação policial, portanto conseguiu fugir. Mas isso não era tudo, naquela mesma noite o homem conheceu uma mulher que jamais havia visto em toda a sua vida e com ela teve uma noite de prazeres intensa. Misteriosamente a tal moça sumiu no dia seguinte, deixando apenas um bilhete escrito a mão que dizia:

"Alfred, meu amor, espero que você saía desse maldito esquema de corrupção, você tem talento para outras coisas, porque não volta a trabalhar na sua mecânica? Enfim, dentro de alguns meses você terá uma grande surpresa, mas espero que esteja preparado para isso, beijinhos."

16/04/1998

A neblina fria e úmida ocultava entre outras coisas um bebê enrolado num pano azul marinho em uma cesta de madeira. Ele fora deixado na porta de Alfredo, que mesmo estando bem ocupado cuidando do ressurgimento da máfia italiana, decidiu acolhê-lo, pois sabia que o tal bebê era seu filho, fruto do amor com a tal mulher misteriosa que nunca mais voltou.


A ENTREVISTA



Aqui você deve descrever uma situação em que seu personagem acordou, deitado numa maca com roupas de paciente de hospital. Suas mãos estão presas com algemas, não conseguindo se levantar, apenas a cabeça para observar o que tem ao redor. Você esta tomando um soro, como se estivesse doente e então me conte como foi ficar ali pro alguns minutos sozinho. Depois de alguns minutos um médico vestido de branco, com um capuz escondendo o rosto e a voz distorcida vai entrar e você deverá reagir de alguma forma quando ele aparecer, seja perguntando o que esta acontecendo, xingando ou algo do tipo, seja criativo.

Ele começará fazendo perguntas e apenas isso.

O que você tem de único? Qual sua melhor qualidade e seu pior defeito?
Resposta.

Por quais motivos acha que veio para cá? O que vai fazer se eu te contar que nunca mais vai poder voltar para casa?
Resposta.

Qual era a coisa mais importante na sua antiga vida e por que era isso?
Resposta.

Se defina em três palavras.
Resposta.

Qual seu maior medo e o que você faz para combate-lo?
Resposta.

Depois que a entrevista for concluída, ele largará a ficha em cima de uma mesa próxima e vai chegar perto de você ajeitando uma luva plástica e pegando uma seringa com um líquido cinza. Descreva o que achou ao perceber o que estava acontecendo e qual foi sua reação ao perceber a agulha te furando. Alguns segundos depois você vai desmaiar e o homem sairá da porta e entrará dois outros de terno preto, também encapuzados. Você não saberá de mais nada, apenas vai acordar novamente numa cela de prisão, com a porta aberta. Suas roupas são listradas nos tons preto e branco.


● ● ●

avatar
Mark G. Condello
the newbie
the newbie

Mensagens : 2
Data de inscrição : 07/12/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum