[FP] Beatrice Thözwh-Wilhelm - construção

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[FP] Beatrice Thözwh-Wilhelm - construção

Mensagem por Meera Böhr Wolfenbuttel em Seg Dez 21, 2015 4:24 am




16Beatrice Wilhelm<

Nome completo /////////////Beatrice Thözwh-Wilhelm

Nascimento /////////////13. março. 1999

Nacionalidade /////////////Norueguesa

Sexualidade /////////////Heterossexual

Super-Poder /////////////Geração de Campo de Força

Medo /////////////Lugares fechados

Faceclaim /////////////
Sasha Pieterse


"Mantenha seus pés no chão quando a cabeça está nas nuvens."

PERSONALIDADE



Descreva seu personagem psicologicamente, seu jeito de pensar, seu jeito de decidir as coisas. Como ele trata as pessoas ao seu redor, como se relaciona com elas.

HISTÓRIA

Filha única, fora criada pelo pai, um renomado neuro-cirurgião russo. Todavia, devido aos deveres humanitários do patriarca, a atenção e amor que ela deveria receber acabou transmutada em estimulação educacional. É de conhecimento que a mãe veio a falecer após o parto da menor, o que acabou transformando os aniversários de Beatrice em um saudosismo veiculados à genitora.  Por conseguinte, a garota evita de todas as formas comemorar o dia de seu nascimento, assim como seu pai. Os únicos que fogem à exceção são os amigos que a garota possuí;

Sempre tivera benefício para com todos os bens materiais que desejava e possuía. Sua maior aquisição fora a biblioteca construída para si e instalada na parte sul do castelo, onde estão os livros preferidos de Beatrice. A loira nunca relacionou-se afetivamente e amorosamente, uma vez que seu pai a mantinha constantemente sob suas vistas, não deixando-a que mantivesse relações por muito tempo. Contudo, os amores perdidos foram substituídos pelo envolvimento de Bea com os cigarros e álcool. A primeira experiência ocorrera na casa de uma amiga da garota, onde acabou sendo influenciada pela irmã da amiga. Apesar disso, aquela prática é mantida sob segredo pelas garotas;

A garota fora mandada para um tradicional e conceituado colégio interno a fim de garantir-lhe maior proteção e aperfeiçoamento social. Uma vez dentro do instituto, acabou tornando-se o alvo principal dos jovens que se auto-intitulavam donos do local. Naquela época, o colapso causado por uma droga, fora mantido sob sigilo pelo diretor e professores do colégio interno, afim de não preocupar seus alunos. Todavia, o caos não pudera ser totalmente protegido dos menores, já que o efeito se dissipava pelo ar e em questão de dias, havia chegado ao tal colégio. As vítimas logo foram aparecendo, uma a uma, tomadas por conta de seus organismos fracos. Os que sobreviviam, acabavam por demonstrar habilidades nunca vistas anteriormente. Beatrice fora agraciada pelo segundo grupo.

Para sua desventura, porém, ela não ficara muito tempo protegida ali, pois acabou por se tornar um perigo em potencial, devido ao seu curioso poder de gerar um campo de proteção invisível, advindo da força de vontade de sua mente. Logo, os professores restantes não puderam contê-la. Bea não deixava ninguém transpassar por aquele novo tipo de proteção criado por si e para si. Em um ultimato, os docentes acabaram por chamar agentes governamentais para aplacar os jovens mutantes. Beatrice, assim como muitos, fora abatida enquanto clamava pelos nomes do pai, como se ele pudesse salvá-la daquele pesadelo na qual estava sendo inserida.

A ENTREVISTA



Aqui você deve descrever uma situação em que seu personagem acordou, deitado numa maca com roupas de paciente de hospital. Suas mãos estão presas com algemas, não conseguindo se levantar, apenas a cabeça para observar o que tem ao redor. Você esta tomando um soro, como se estivesse doente e então me conte como foi ficar ali pro alguns minutos sozinho. Depois de alguns minutos um médico vestido de branco, com um capuz escondendo o rosto e a voz distorcida vai entrar e você deverá reagir de alguma forma quando ele aparecer, seja perguntando o que esta acontecendo, xingando ou algo do tipo, seja criativo.

Ele começará fazendo perguntas e apenas isso.

O que você tem de único? Qual sua melhor qualidade e seu pior defeito?
Resposta.

Por quais motivos acha que veio para cá? O que vai fazer se eu te contar que nunca mais vai poder voltar para casa?
Resposta.

Qual era a coisa mais importante na sua antiga vida e por que era isso?
Resposta.

Se defina em três palavras.
Resposta.

Qual seu maior medo e o que você faz para combate-lo?
Resposta.

Depois que a entrevista for concluída, ele largará a ficha em cima de uma mesa próxima e vai chegar perto de você ajeitando uma luva plástica e pegando uma seringa com um líquido cinza. Descreva o que achou ao perceber o que estava acontecendo e qual foi sua reação ao perceber a agulha te furando. Alguns segundos depois você vai desmaiar e o homem sairá da porta e entrará dois outros de terno preto, também encapuzados. Você não saberá de mais nada, apenas vai acordar novamente numa cela de prisão, com a porta aberta. Suas roupas são listradas nos tons preto e branco.


● ● ●


CAN YOU SEE ME BREAKING DOWN?


I got pride, you can't hold your breath, We'll crash down like an avalanche. Look out now, don't take one more step.

avatar
Meera Böhr Wolfenbuttel
the newbie
the newbie

Mensagens : 2
Data de inscrição : 21/12/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum