[RP] I want the world in my hands

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP] I want the world in my hands

Mensagem por River Kjærholm-Cøer em Ter Dez 22, 2015 3:01 am



I want the world in my hands
H U N T E D




✖ Usuários: Zachary P. Tucker & River Kjærholm-Cøer
✖ Status : Andamento. Restrito apenas aos citados acima.
✖ Local : Base destruída.
✖ Conteúdo : Livre para todos os públicos.
✖ Dia & Clima : Nublado todavia existem algumas brechas do calor. Pode estar um pouco abafado, o céu um pouco escuro, mas sem chance alguma de chover.

@DFRabelo

● ● ●

River Kjærholm


avatar
River Kjærholm-Cøer
the stuck-ups
the stuck-ups

Mensagens : 84
Data de inscrição : 12/12/2015
Idade : 27
Localização : Check the rep.

Ficha do Prisioneiro
Nível: 05
Experiência:
10/100  (10/100)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] I want the world in my hands

Mensagem por River Kjærholm-Cøer em Ter Dez 22, 2015 1:42 pm


— Qual seu maior medo e o que você faz para combatê-lo?
— Mãe… Pai… Não. Não…

Os olhos se abrem e o suor respinga. A cabeça aos poucos se ergue olhando a cama que no qual estava deitada até perceber que as duas mãos estavam bem cravadas no colchão. Um ar deprimente paira sobre sua cabeça e parecia ouvir alguns gemidos, permanecendo em silêncio. Eram tristes igualmente ao dia que foi arrastada para o inferno. As sirenes pareciam ser sua orquestra, não desistindo de ouvir todos os dias, novos berros e um novo “Por que estou aqui?”, todos os dias.  O tronco assim se soergue da cama olhando para baixo até perceber que Violet adormecia ainda intacta naquela barulhada, fazendo a outra detenta saltar de cima de seu compartimento caindo quase que sentada no chão até erguer a íris e visar um homem a passar pelo corredor. O mesmo vira-se a direção da moça e observa que seu estado era de um bom banho assim retirando o molho irritante de chaves do bolso para arrancá-la da cela e levar até o banheiro. Por um instante, a água do chuveiro mesmo que fria a fazia ter a dimensão do que era fechar as postar para o mundo e ficar sozinha por um instante. 

Ao fim, aproveitava que ainda não tinha tomado a dosagem da droga causando uma pequena vertigem no segurança que lhe marcava para vestir novamente um novo uniforme igualmente listrado e sair caminhando com calma até  o antigo edifício. Se tratava no lugar em que constantemente, outros penitenciários também iam. Ouviu muito dizer, que por lá haveria mais diversão do que as “marionetes” das prisões. 

Os pés vagavam com mais prazer, mesmo vindo de um olhar intimidado dela, observou a região e viu que seria um excelente lugar para se instalar. Desviava de pequenos projéteis, largados pelo chão até por um descuido, tropeçar numa barra que estava cravada na parede, mas que tinha uma parte evidente para fora dos tijolos, a fazendo espalmar a mão contra a parede impedindo que caísse. Seus cabelos algodão doce, caiu sobre a face e o corpo vergou ficando parada por us instantes. O coração acelerou e seus olhos piscaram adversos vendo que não havia caído. Procurou ficar ereta livrando-se do susto até fitar a luz solar intrometida que zombava do seu rosto. Suas costas se encostaram no pavimento num longo suspiro. 


● ● ●

River Kjærholm


avatar
River Kjærholm-Cøer
the stuck-ups
the stuck-ups

Mensagens : 84
Data de inscrição : 12/12/2015
Idade : 27
Localização : Check the rep.

Ficha do Prisioneiro
Nível: 05
Experiência:
10/100  (10/100)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] I want the world in my hands

Mensagem por Zachary P. Tucker em Ter Dez 22, 2015 7:36 pm


ABOMINATION
You can do what I want or you can die.


“Me deixem ir embora! Mamãe, por favor... O que?”

Um grito alto e agudo foi o que me acordou naquela manhã. Meus olhos se abriram de uma vez e agradeci pelo cômodo ser escuro ou eu ganharia uma bela dor de cabeça. Levantei meu tronco e baguncei meus cabelos deixando meus ombros caírem em um tom claro de frustração. Eu precisava aprender a controlar essas vozes ou ficaria louco. Pisquei algumas vezes olhando em volta e encontrei minha cela vazia. Ótimo. Minhas pernas se arrastaram para fora da cama e tomei impulso para levantar. Busquei meu uniforme e vesti. Andar por aí pelado não era uma má ideia, mas não era minha primeira opção. Segui para o banheiro masculino, já que a porta da cela estava aberta. Assim que que alcancei meu reflexo no espelho, pude ver olheiras embaixo dos meus olhos e fiz uma careta. Eu estava terrível. Por mim, cobriria meu rosto com tatuagens. Quem sabe eu não viraria um Zombie Boy? Peguei uma concha com água e joguei no meu rosto, seguindo por outra na minha nuca. Apoiei meus braços na pia, olhando fixamente para meu reflexo. – Você tem que sair daqui, cara. – Assenti para o meu reflexo e sai dali em direção ao refeitório.

Depois de pegar um pedaço de pão generoso e uma garrafa com água, sai em busca de paz e meus passos me levaram a Base destruída. Não era meu lugar favorito, mas sem dúvidas tinha gente no lago devido ao calor, coisa que não era muito comum por ali. Caminhei com calma, dando uma mordida no pão vez ou outra. Que saudades eu tinha da Starbucks. Suspirei, parando em um lugar qualquer, me sentando em uma espécie de banco. Minhas costas estavam encostadas na parede, uma perna estava dobrada, apoiada pelo meu pé no bando e a outra caída para fora do mesmo. Mordi mais generosamente o pão, deixando que a massa forrasse meu estomago. Vi uma garota com cabelo colorido entrar, mas nem tive tempo de pensar ou analisa-la tendo em vista que a mesma tombou em alguma coisa. Não consegui e nem quis esconder o riso, mas esse foi baixo. Quando a vi suspirar em alivio, deixei que meu riso se tornasse alto. Eu não era um cara de rir, mas se tratando da desgraça alheia, eu não podia evitar. Ri por um tempo, imaginando-a cair de cara no chão e ter seu rosto avermelhado, da cor de seu cabelo. Ou aquilo era um rosa? Ah, foda-se. Tudo da mesma família. Respirei fundo, tomando um gole de água para tentar sessar o mesmo. Não tinha sido tão engraçado assim, mas naquele lugar, uma mosca se afogar era como estar num show de stand up. Mordi o pão, negando com a cabeça afim de afastar o riso.


● ● ●

I'm your worst nightmare
avatar
Zachary P. Tucker
the stuck-ups
the stuck-ups

Mensagens : 75
Data de inscrição : 03/12/2015
Idade : 24

Ficha do Prisioneiro
Nível: 18
Experiência:
96/100  (96/100)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] I want the world in my hands

Mensagem por River Kjærholm-Cøer em Ter Dez 22, 2015 8:24 pm


Abraçou-se por um instante fitando a cicatriz sentindo uma vertigem na cabeça fechando os olhos por um momento. Ouviu alguns ruídos, pensou que supostamente fosse um rato até virar o rosto e fitar um homem cheio de tatuagens e olhos castanhos. Virou o rosto bufando para um lado assim fazendo seu cabelo rosado voar até se virar para ele deixando o braço para trás do corpo com uma sobrancelha arqueada. Virou-se por trás da pilastra caminhando para frente de cabeça baixa que por vezes, girava o glóbulo ocular para vê-lo, mas sem mover o crânio. Não queria falar nada, não poderia aliás. Sentou-se bem ao fim, descendo o corpo pela parede deixando uma perna entre deitada e a outra de pé, porém com uma curva por também aguentar sua mão deitada. Com a mão livre, girava uma mexa do cabelo ainda olhando para a poeira. Não esperava que justo naquele dia tão abafado teria alguém no edifício. Queria talvez xingar o que poderia fazer de melhor, mas sabia que tudo tinha que ser pensado. Encostou a cabeça no joelho num ar cansado e resolveu no que pensar. Dedilhou a poeira fazendo o desenho de alguns círculos até rasgar a marca num grande R. Sorriu como uma criança e ergueu o olhar para ver se o outro ainda estivera na marcação do lugar. Ainda… - Ecoa na sua mente :

”— Parece ser outro snake... O que tenho para me fuder por aqui? Droga.”- Refletiu. 

Seu palmo passou pelo rosto num acorde até coçar a nuca fixando aquela face ficando inerte. Sua cabeça parecia não raciocinar tão rápido como geralmente fazia como um puzzle, encaixar seus pontos e peças nos lugares certos  :
 
— Alguém por aqui… É. Surpreso isso. - Sussurrou. Sua voz era baixa, seca ao mesmo tempo que tímida e gradativamente ao longo do avanço da frase, meio travada mostrando também intimidação. 


● ● ●

River Kjærholm


avatar
River Kjærholm-Cøer
the stuck-ups
the stuck-ups

Mensagens : 84
Data de inscrição : 12/12/2015
Idade : 27
Localização : Check the rep.

Ficha do Prisioneiro
Nível: 05
Experiência:
10/100  (10/100)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] I want the world in my hands

Mensagem por Zachary P. Tucker em Ter Dez 22, 2015 11:32 pm


ABOMINATION
You can do what I want or you can die.


M eu riso foi cessado não muito tempo depois. A garota parecia extremamente tímida, mas essas eram sempre as piores. Quem não costumava falar muito, pensava muito e pensamentos são piores do que falas. Sou a prova disso. Percebi a mesma se sentar mais ao fundo, seus cabelos coloridos caindo em seu rosto, me impossibilitando de ver o formato deles. Um silencio tinha se instalado ali, não a ouvi pensar nada, então dei de ombros. Terminei de comer meu pão e bebi metade da garrafa de água.

”— Parece ser outro snake... O que tenho para me fuder por aqui? Droga.”

Ri baixo ironicamente, negando com a cabeça e passando a encara-la descaradamente por simples implicância. Eu não sairia dali. Não tinha outro lugar vazio e uma pessoa era melhor do que vinte. Ouvi-a falar com a voz baixa e se eu não pudesse ouvir bem, não tenho certeza se escutaria alguma coisa. – Não vou sair, se é o que pretende. – Dou de ombros, encostando minha cabeça na parede e fechando os olhos. – Aqui é o lugar mais calmo no dia de hoje, vai ter que me aguentar. – Minha voz era incomparavelmente mais alta que a dela. Não que eu estivesse gritando ou coisa do tipo, mas qualquer ser vivo falaria mais alto que ela. O calor começava a incomodar um pouco. - Odeio essa merda de tempo. - Falei, mais comigo mesmo do que com ela. Eu realmente odiava o calor.


● ● ●

I'm your worst nightmare
avatar
Zachary P. Tucker
the stuck-ups
the stuck-ups

Mensagens : 75
Data de inscrição : 03/12/2015
Idade : 24

Ficha do Prisioneiro
Nível: 18
Experiência:
96/100  (96/100)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] I want the world in my hands

Mensagem por River Kjærholm-Cøer em Qua Dez 23, 2015 7:01 am


O dedo profusamente foi até a testa. Seria um erro forçar uma trava mental para alguém que fosse um espelho? Ela olhou, venerou e viu que ainda não tinha nada o que fazer a respeito sobre o rapaz. A personalidade era difícil. O que obviamente ficaria difícil de dobrar. Engoliu a seco a temível tragédia diária a certo ponto de querer rir abafadamente encarando o chão. — Não poderá fazer muita diferença... - Murmurou. — Para mim está quase invisível. - Seus dedos se entrelaçam indo atrás da nuca. As pernas folgam e os olhos dela brevemente se fecharam. Por minutos ela abriu um deles querendo ver o poder do desaparece nele até ouvi-lo novamente referente ao dia seguidamente ao clima.


Ela olha pra cima e torce o lábio em reprovação, mostrando que concordava com a opinião do outro até novamente fechar os olhos. — Sim. O dia está muito calmo, ou estava… - Tentou provocá-lo até soltar um sorriso. — Referente a este abafado… - Iniciou ela como se fosse discursar.— É sempre bom ir para o lago… - Após a fixação na frase, ela ria por dentro, mas não de deboche. Ria normalmente, não era tão maluca como lhe pintava no quadro, mas tinha lá seus dotes. Cantarolou qualquer música, uma que lhe parecesse bem anos 30, talvez o incomodasse por um longo momento. Moveu os pés de forma serelepe mostrando seu cansaço.


● ● ●

River Kjærholm


avatar
River Kjærholm-Cøer
the stuck-ups
the stuck-ups

Mensagens : 84
Data de inscrição : 12/12/2015
Idade : 27
Localização : Check the rep.

Ficha do Prisioneiro
Nível: 05
Experiência:
10/100  (10/100)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] I want the world in my hands

Mensagem por Zachary P. Tucker em Qua Dez 23, 2015 6:44 pm


ABOMINATION
You can do what I want or you can die.


Abri os olhos logo franzindo o cenho e juntando as sobrancelhas em uma careta quando ela disse que eu estava quase invisível. Observei-a se colocar em uma posição mais confortável, com as mãos atrás da nuca e a cabeça levemente inclinada. Finalmente pude enxergar seu rosto, entortei a cabeça para o lado pensativo. Ela era bonita. Estranha, mas bonita. Constatei mentalmente, voltando a minha posição inicial. Seu tom ditava um claro pedido, mesmo que silencioso, para que eu fosse embora. Ri e só percebi que não ouvia nada quando pensei no que falar. Ela não pensava? Curioso. Percebi, também, que aquele era um do de bom humor. Sorte.

- O lago está lotado, não tô muito afim de socializar hoje. – Quase nunca. Completei mentalmente. Meus olhos continuavam abertos, analisando seus movimentos calmos e serenos. Talvez não fosse tão ruim assim socializar, não é? Quero dizer, a garota nem pensava! Eu não tinha perigo de ficar me confundindo com seus pensamentos. – Sou Zachary Tucker. – Disse meu nome, em uma tentativa de iniciar uma conversa. – Ou Tucker, ou Zachary, ou Paul, mas nada de Zach, Zaza, Zazinho, Zazão ou qualquer coisa parecida. Odeio esses apelidos de merda. -  Fiz uma careta, pensei em me levantar para ficar próximo a mesma, mas a posição estava confortável demais pra isso.



● ● ●

I'm your worst nightmare
avatar
Zachary P. Tucker
the stuck-ups
the stuck-ups

Mensagens : 75
Data de inscrição : 03/12/2015
Idade : 24

Ficha do Prisioneiro
Nível: 18
Experiência:
96/100  (96/100)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] I want the world in my hands

Mensagem por River Kjærholm-Cøer em Qua Dez 23, 2015 8:48 pm


"— Zachary? Diferente... Mas estes apelidos... Pelos céus."


Deixou o dedo a passar pelo chão intervindo em olhá-lo as vezes, logo deixando sua visão rente ao chão. Não queria deixar muitos baralhos as mesas, as regras que ditava para si mesma as vezes, pareciam ser bem chatos. Suspirou no pensamento caçando algo do que dizer, queria rir ou melhor gargalhar como se houvera alguma comédia, mas ficou com a feição inaparente. Levantou o queixo coçando-o por alguns instantes passou por trás da nuca até encará-lo folgado naquela distância tentando reparar se não fosse mais daqueles homens maltrapilhos que ficavam perto de sua cela até dizer :

— Zaza...Hum. - Pausou limpando a mão. — Estas pessoas devem de odiá-lo ou amá-lo muito para fazer uma coisa dessas. - Virou o rosto de visando um raio solar que cortava seu braço. — Fique tranquilo. Não lhe darei nenhum apelido, Tucker. - Ela deita a cabeça sob o joelho fechando os olhos por um breve instante até reabri-los. — A propósito, sou River. Não conheço muita gente pra ganhar um apelido, mas acho que fica fácil de decorar por apenas Riv. - Expressou-se séria pensando na razão que não saia. seu uniforme folgou a mais no chão quando abaixou as pernas inspecionando as unhas.



● ● ●

River Kjærholm


avatar
River Kjærholm-Cøer
the stuck-ups
the stuck-ups

Mensagens : 84
Data de inscrição : 12/12/2015
Idade : 27
Localização : Check the rep.

Ficha do Prisioneiro
Nível: 05
Experiência:
10/100  (10/100)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] I want the world in my hands

Mensagem por Zachary P. Tucker em Seg Jan 04, 2016 9:31 pm


ABOMINATION
You can do what I want or you can die.


Arqueou uma sobrancelha ao ouvir o pensamento da garota, observando cada movimento que ela fazia, desde sua coçada no queixo até sua nuca. Os lábios vermelhos entre abertos faziam contraste com a pele pálida e de aparência gélida. Ouviu atentamente o que ela falava, prestando atenção em como ela parecia não se importar com aquilo ou com nada. Interessante. Pensou. Os olhos se apertaram por segundos quando ela disse seu nome e novamente aquele desejo de rir subiu pelo seu corpo, passando por inúmeras partes até explodir por sua boca. Não foi nada muito escandaloso, claro, mas foi o suficiente para chamar a atenção da jovem. Umedeceu seus lábios, deixando um sorriso divertido nos lábios.

- River? To tipo... Lago, Rio e essas coisas? – Mordeu o próprio lábio, sua expressão mostrando claramente um deboche. – Interessante. – Finalizou, se levantando e andando calmo até uma janela que tinha próximo a ela. Encostou seu corpo ali, deixando que o sol batesse em suas costas e o rosto da garota ficasse totalmente branco. – Na verdade, não sou alguém que muitas pessoas amem. – Constatou, voltando ao que ela tinha dito primeiro. – Acho que nunca senti esse lance de amor. – Pensou alto, olhando fixamente pra um canto com um olhar vago. – Mas quem liga, não é mesmo? – Deu de ombros, olhando fixamente para a garota. – Como chegou nesse fim de mundo, Lago? – Ao perguntar, voltou a virar seu corpo, me apoiando-se no parapeito da janela para observar o lugar ao fundo.



● ● ●

I'm your worst nightmare
avatar
Zachary P. Tucker
the stuck-ups
the stuck-ups

Mensagens : 75
Data de inscrição : 03/12/2015
Idade : 24

Ficha do Prisioneiro
Nível: 18
Experiência:
96/100  (96/100)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] I want the world in my hands

Mensagem por River Kjærholm-Cøer em Ter Jan 05, 2016 1:17 am


Sobre o gozo do rapaz River entrelaçou seus próprios dedos numa risada baixa ainda olhando o chão até vê-lo, Cessou e voltou a fitar o solo. O rio e o lago a fizeram arquear a sobrancelha, mas logo assim as abaixa se erguendo com força ficando de pé até limpar as calças listradas o ouviu ficando calada para pensar :

— Pode ser. - Confirmou dando um crédito temporário ao humor dele. Certo tempo depois, ela começou a pensar nas próximas frases montando em seus pensamentos, uma lacuna de possibilidades. Seu corpo mental prazerosamente bateu com a cintura numa gaveta retirando uma pasta do que dizer. O dedo pálido foi umedecido com a língua deixando o dedo jornadear na folha com um sorriso sarcástico carregado nos lábios carnudos até se virar para ele com os braços cruzados e a cabeça voltada para algum outro lugar na expressão de não vê-lo :

— É. Neste inferno ter atrações seria bem clichê. - A morena puxa um lado do beiço como um sorrisinho até ver a pergunta sobre sua origem. Pensou em mais pastinhas pra fazer sua consciência maliciosa puxar, mas deteve o controle certo para não se ocorrer isso :

— Bem, eu era um oceano vasto, mas queriam me roubar para retirar meu sal e acabei virando um rio, depois usaram mais ainda de mim como uma marionete e cá estou como a lagoa do Hunted. - Não dava-se para se notar humor ou talvez, ela raciocinou que ele não veria. Um “Sem graça.” suspirou da outra metade de River a fazendo revirar os olhos deixando a mão percorrer a nuca e as costas encostarem na parede encarando a questão com seriedade. Tombou com a cabeça sentido contrário a que o rapaz estava na janela dando liberdade para a íris esverdeada o checasse depois, encarasse a faxada da entrada. — Pergunta inconveniente, próxima. - Volta ao normal arqueando uma das sobrancelhas de forma fixa.



● ● ●

River Kjærholm


avatar
River Kjærholm-Cøer
the stuck-ups
the stuck-ups

Mensagens : 84
Data de inscrição : 12/12/2015
Idade : 27
Localização : Check the rep.

Ficha do Prisioneiro
Nível: 05
Experiência:
10/100  (10/100)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] I want the world in my hands

Mensagem por Zachary P. Tucker em Sab Jan 09, 2016 12:08 pm


ABOMINATION
You can do what I want or you can die.


Analisei sua pequena metáfora por alguns instantes. Não podia negar que era inteligente e cabia, não só a ela, mas a muitos desse lugar. Éramos todos um grande oceano, repleto de poderes e quando chegamos aqui, viramos lago. Perfeito! Todos que eu tinha conversado até agora tinham notado a grande perda de habilidades e poderes que tinham fora daqui. Claro que uns acabavam aumentando seus poderes de acordo com o tempo, mas aquilo era o bastante? Ouvi a morena dizer que a pergunta era inconveniente e novamente concordei com a cabeça. Definitivamente era, eu não teria respondido.

- Foi inteligente tua metáfora. – Comentei, pairando meus olhos em sua direção. – Sabe, na verdade foi bem interessante. – Voltei a me virar, encarando a paisagem enquanto suas palavras batucavam em minha mente. – Se a gente for parar pra pensar, somos feitos de otários. Quer dizer, todo mundo aqui dentro tem algum tipo de poder. Como a gente se deixa levar por esses caras? – A medida em que discursava, gesticulava com as mãos para o nada, mantendo meu olhar firme no horizonte. – É frustrante. – Terminei, abaixando os olhos e revirando os olhos.


● ● ●

I'm your worst nightmare
avatar
Zachary P. Tucker
the stuck-ups
the stuck-ups

Mensagens : 75
Data de inscrição : 03/12/2015
Idade : 24

Ficha do Prisioneiro
Nível: 18
Experiência:
96/100  (96/100)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] I want the world in my hands

Mensagem por River Kjærholm-Cøer em Sab Jan 09, 2016 6:45 pm


Ela pensou na suposta aversão de todos serem idiotas. Em sua mente, equilibrou um tabuleiro a sua forma mental, girava na cadeira com o espaldar quase quebrando rindo e batendo palmas. Um sorriso levíssimo desenhou no lábio dela deixando suas pernas deslizarem para frente com furtividade, aos poucos se afastando dele. Tinha as mãos na cintura, fitava o céu do lugar e o chão até rever sua compostura abraçando o próprio tronco. Esta para sair, sem motivos, mas sentia que precisava ir. O mundo, os outros não eram mais assunto dela. Quem a visse, seria a típica amiga falsa de colégio. Um suspiro bem baixo não de tédio, não de raiva, mas de prazer escoou, ela era esquista. Lançou um olhar direto, porém perdido para o rapaz na janela queria marcar, mas não poderia desafiar, enfim seus traços não podem ser exatos agora, não naquele instante :

— É como o leão, quando filhote é frágil, mas quando cresce se torna um rei. Para nós, aqui é questão de tempo. Criaremos nossas garras e quem sabe se tivermos sorte ou melhor eu, porque sinceramente… - ela olha um pouco aborrecida para ele que naquela altura poderia estar de costas a ela.— Não pensarei mais em ninguém. - Ela faz jus a uma firme postura e timbre vocal até se virar com delicadeza talvez uma bailarina seria legal de se comparar emergindo fora do lugar. Na porta deixou seu cabelo jorrar pro lado, a sobrancelha arqueou :

— Foi legal te conhecer… - Faz seguintemente aspas com os dedos.”— Zaza.”- E assim partiu num assobio alto, ritmado junto com um canivete que tirara do boldo lateral raspando nas cascas da parede do velho edifício. 


● ● ●

River Kjærholm


avatar
River Kjærholm-Cøer
the stuck-ups
the stuck-ups

Mensagens : 84
Data de inscrição : 12/12/2015
Idade : 27
Localização : Check the rep.

Ficha do Prisioneiro
Nível: 05
Experiência:
10/100  (10/100)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] I want the world in my hands

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum