[RP] Sister, thoughts of hope understood half of me breathes in you ♡

 :: H u n t e d

 :: Prisão

Ir em baixo

[RP] Sister, thoughts of hope understood half of me breathes in you ♡

Mensagem por Rosalie Kröes Novacchio em Dom Dez 27, 2015 2:08 pm



Still we fall asleep underneath the same sky
H U N T E D


✖ Usuários: Rosalie Kröes Novacchio & Kristina Kröes Novacchio.
✖ Local: Cela
✖ Status: Está em andamento e é restrita para Apenas os usuários a cima.
✖ Conteúdo: Livre para todos os públicos.
✖ Dia: Sexta-feita, um dia depois de serem enviadas a prisão.
✖ Clima: Entardecer/ chuvoso.
@DFRabelo

● ● ●

Have you got colour in your cheeks? Do you ever get that fear that you can't shift the type...
®
avatar
Rosalie Kröes Novacchio
the calm before
the calm before

Mensagens : 25
Data de inscrição : 25/12/2015

Ficha do Prisioneiro
Nível: 01
Experiência:
0/0  (0/0)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] Sister, thoughts of hope understood half of me breathes in you ♡

Mensagem por Rosalie Kröes Novacchio em Dom Dez 27, 2015 2:59 pm


Love of my life
from here to eternity our fates were traced in maternity



Quem passasse pelas celas enquanto caminhava pelos corredores poderia ouvir choros, brigas e possivelmente o som que alguns prisioneiros emitiam enquanto praticavam o coito, mas não era isso a chamar atenção dos guardas e sim o fato de eu estar em cima da minha irmã, enquanto ela fazia flexões e eu meditava. Alguns poderiam achar estranho, mas aquilo era nossa rotina desde sempre, era uma forma dela controlar a raiva e melhorar o poder dela e eu igualmente, era complicado lidar com vozes em minha cabeça e a meditação sem sombra de dúvida me ajudava muito.

Aquele era o primeiro dia que estávamos na prisão e passamos a maior parte dele dentro da cela, saindo apenas para fazer as refeições. Passamos o dia conversando sobre a família, sobre a morte do homem que chamávamos de pai apesar de não ter nenhuma gota do seu sangue correndo em nossas veias, a morte dele com certeza nos afetou. Kris nunca foi de choramingar, guardava tudo para si, porém eu sempre fui a “manteiga derretida” da família, era engraçado olharmos aquele filme, o Titanic, eu chorava feito uma louca enquanto Kris se segurava ao máximo.

À tarde chuvosa se arrastava e custava a passar, previa que seria sempre assim ali dentro, porém enquanto estava presa em meu devaneio eu olhei para Kris e sorri, ela correspondeu o sorriso e eu percebi que apesar da condição que nos encontrava, eu tinha sorte, poderia estar ali sozinha ou com um estranho, mas não, era ela ali falando bobagens e me fazendo rir de toda aquela desgraça. Desci de suas costas e sentei sobre o colchão duro e empoeirado, recostando a cabeça na parede gélida e úmida.

Mana, você não cansa disso?– Perguntei enquanto a observava treinar, sentindo certa preguiça. – Aonde será que a mamã esta?– era nítido que estava preocupada com nossa mãe, ela deveria acreditar que estávamos seguras, que Benjamin estava vivo e que logo nos encontraríamos, o que era com certeza apenas mais um sonho que eu teria quando conseguisse dormir.



with: Sister in: Prison
You are my continuation until the world ends.



● ● ●

Have you got colour in your cheeks? Do you ever get that fear that you can't shift the type...
®
avatar
Rosalie Kröes Novacchio
the calm before
the calm before

Mensagens : 25
Data de inscrição : 25/12/2015

Ficha do Prisioneiro
Nível: 01
Experiência:
0/0  (0/0)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] Sister, thoughts of hope understood half of me breathes in you ♡

Mensagem por Kristina Kröes Novacchio em Dom Dez 27, 2015 6:55 pm



safe& sound
I could lift you up, I could show you what you want to see And take you where you want to be. You could be my luck, Even if the sky is falling down we will be safe and sound.

love of my life, you got me


Tudo tinha se passado tão rápido, que parecia ter sido um sonho. Uma hora eu estava me despedindo de minha mãe, na outra eu estava rindo no carro com Benjamim e Rosalie, e no minuto que eu percebo, eu estava sendo arrastada para um furgão e sendo drogada. O meu único pensamento em todo esse caminho era minha irmã. Quando eu finalmente acordei das drogas, estava dentro de uma sala, amarrada à uma maca, e minha cópia não estava comigo. Eu tinha que admitir, aqueles soldados da prisão eram muito bem treinados.

Eu sentia em meu âmago que nós não deveríamos estar ali. Nós não causávamos trabalho à ninguém, e com certeza Rosalie não machucava nem uma flor. Mas minha mãe sempre me explicou o motivo deles nos quererem: éramos especiais. Eu e Rosie tínhamos uma ligação que quase ninguém conseguia explicar, e o que conseguíamos fazer com nossos corpos era algo estranhamente bizarro. Apesar de entender tudo isso, eu não ia mentir que era aliviante estar aqui. Nessa prisão, pelo menos eu teria gente me vigiando vinte e quatro horas por dia, e se eu desse um ataque de raiva, alguém me conteria.

Nesse momento, eu estava fazendo flexões no chão da minha cela, enquanto Rosalie meditava em cima de mim. Veja bem, em casa eu podia ir para a academia e pegar quantos quilos eu quisesse, mas aqui não era bem assim. Eu precisava de qualquer coisa que fosse significativamente mais pesada, para fazer pelo menos o dobro do meu peso, o que era difícil de achar, já que minha irmã era mais leve que uma pena. Uma das minhas missões dentro desse inferno era achar alguém com quem eu pudesse treinar, e era isso que eu iria fazer. Minha irmã saiu de cima de mim e eu me sentei ao seu lado, prendendo o curto cabelo. Um sorriso abriu em meus lábios e eu olhei para minha irmã, apoiando a cabeça na cama atrás de mim.

-Na verdade, a última coisa que estou fazendo é cansar, sis. -Soltei um suspiro e fechei os olhos, imaginando o rosto de minha mãe quando soubesse que Ben estava morto. Meu coração se apertou em meu peito e eu apenas olhei para o teto. Esse era o primeiro dia na prisão, e já estava sendo um inferno. -Eu não sei, Rosie. Ela sempre me falou de como queria visitar a Índia, talvez ela esteja lá. Vai que ela encontra o seu eu interior.

Falei em um tom brincalhão para minha irmã e olhei para sua roupa casual do dia a dia: Um macacão fedido e listrado que era idêntico ao meu. Levantei uma sobrancelha e passei a mão em meu tecido, abrindo um sorriso travesso para minha irmã. Uma das coisas que nós compartilhávamos era o amor por moda, e com certeza nossos macacões não iam ficar assim.

-Sabe, eu poderia dar uma rasgada nessas roupas, fazer com que elas fiquem um pouco menos horrorosas. -Me levantei do meu lugar e peguei o par de roupa extra, levando para o lado da minha irmã e começando a rasgar o lugar. Nem mesmo chovendo essa prisão ficava menos quente, e não era agora que eu ia usar uma calça. -Eu preciso achar alguém para treinar minha força, mas eu tenho a impressão de que não vai ser um trabalho fácil.

Suspirei enquanto pensava onde ia realmente rasgar as roupas. Eu não queria ter que usar uma calça, mas também não queria errar onde ia rasgar. Bloqueei os pensamentos sobre a minha mãe por um minuto, apenas para que eu não me emocionasse com a preocupação que eu estava dela, e voltei a focar no tecido em minhas mãos.



Sister ▪ cell ▪ together ▪ forever




● ● ●

hurricane underneath me
avatar
Kristina Kröes Novacchio
the calm before
the calm before

Mensagens : 75
Data de inscrição : 26/12/2015
Idade : 19

Ficha do Prisioneiro
Nível: 01
Experiência:
0/0  (0/0)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] Sister, thoughts of hope understood half of me breathes in you ♡

Mensagem por Rosalie Kröes Novacchio em Qui Dez 31, 2015 8:34 pm


Love of my life
from here to eternity our fates were traced in maternity



Singularidade definia muito bem meu relacionamento com Kris, apesar de suas insistência em me proteger, eu sempre tentei mostrar que era forte, porém na primeira oportunidade eu desabei, foi assim quando perdemos nosso cachorro, e foi assim quando em uma passe de mágica todos a nossa volta morriam para defender nossas vidas. Será realmente que eu valho a pena? Não é uma coisa que eu fique me questionando o tempo todo, mas a incerteza pairava sobre minha cabeça enquanto eu conversava com minha irmã, a olhando tentar ser forte enquanto eu fraquejava, minha única certeza? Ela valia minha vida...

****

As palavras saiam da boca de Kristina, e eu apena as absorvia, ela mesmo parecia tentar se convencer do que falava enquanto tentava fazer com que eu me sentisse melhor, fato era de que ela estar ao meu lado me fazia forte. Coloquei minha mão por cima da mão de Kris, e a apertei, meus olhos teimavam em lacrimejar, meu dedo indicador era passado sobre as olheiras quando uma gota ou duas da lágrima escorria. – Garanto que ela esta lá – com um sorriso puxado tentei disfarçar o tremor em minha voz, minha irmã, meu porto seguro, eu sabia que a partir desse dia deveria ser mais forte, deveria ser o seu suporte nos dias em que não conseguisse ficar em pé, a olhando falar sobre as roupas sorri novamente, mas meu único pensamento era uma promessa “Te proteger nem que custe a minha vida, te manter segura e ser seu porto seguro quando precisar...” o juramento foi feito em silêncio, eu não precisaria fazer uma cena, a intensão era pura e o que valia era isso, talvez mamãe se orgulhasse de nós, e a morte de Ben não seria em vão.

Eu imagino que você e sua criatividade consigam fazer isso... – disse em tom brincalhão a respondendo, estiquei minhas pernas as alongando enquanto sentada na cama – Acho que isso ira nos entreter por enquanto – completei levantando da cama enquanto a via rasgar as roupas. – Sis, sinta-se a vontade para rasgar as minhas também, mas...Não exagere – pisquei, me inclinando até o chão para pegar o outro par de roupas que possuía ali. Joguei as peças na cama, não pude conter a risada, era extremamente engraçado ver Kristina indignada com o calor e o uso de calças – Eu só quero que me prometa que vai tomar cuidado, não quero que se machuque, ainda mais treinando com qualquer um... – dei um breve suspiro e olhei para fora da cela, procurando algum ouvinte indesejado – Sabe que não sabemos que tipo de dom os outros tem, seja cautelosa. –  O pedido era mais uma súplica, não sobreviveria se algo acontecesse a minha irmã.

Olhei ao redor constatando que não existia realmente nada a se fazer ali, e se isso continuasse acontecer, Kristina e eu andaríamos nuas pelos corredores, eu realmente não queria que ela criasse o habito de rasgar tecidos para passar tempo, seria desastroso – de fato engraçado, porém desastroso. A olhei pensativa por alguns instantes e sentei na cama a frente, apoiando meus cotovelos em meus joelhos – O que acha de darmos um nome a mulher que nasce de nossa junção? – perguntei com a voz mais tranquila, – Poderíamos treinar juntas essa fusão! –  realmente, eu virava uma “matraca” tentando puxar assuntos para distrai-la, seu mau-humor era terrível.



with: Sister in: Prison
You are my continuation until the world ends.



● ● ●

Have you got colour in your cheeks? Do you ever get that fear that you can't shift the type...
®
avatar
Rosalie Kröes Novacchio
the calm before
the calm before

Mensagens : 25
Data de inscrição : 25/12/2015

Ficha do Prisioneiro
Nível: 01
Experiência:
0/0  (0/0)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] Sister, thoughts of hope understood half of me breathes in you ♡

Mensagem por Kristina Kröes Novacchio em Seg Jan 04, 2016 3:46 pm



safe& sound
I could lift you up, I could show you what you want to see And take you where you want to be. You could be my luck, Even if the sky is falling down we will be safe and sound.

love of my life, you got me


Assenti ao ouvir Rosalie falar que nossa mãe realmente estava na Índia. A verdade é que eu não sabia por onde ela estava, mas eu sabia que não era na Índia. Essa era a promessa que eu tinha feito para minha mãe no último dia que eu a tinha visto: Não deixar que Rosalie soubesse que eu não sabia onde ela estava, e tomar conta da minha irmã. Era as únicas coisas que ela tinha me pedido, e resumidas diziam: Não seja egoísta. E isso era a última coisa que eu ia fazer. Minhas mãos trabalhavam espertas nas roupas, as diminuindo para shorts, tops e regatas. Um sorriso apareceu em meu rosto enquanto eu continuava trabalhando ao ouvir o comentário de minha irmã.

-Eu não sei pra que você tem um corpo tão bonito e não o mostra por aí.

Dei de ombros e continuei ao ouvir o falatório da minha irmã. Isso era uma das coisas que eu mais me assustava entre nós: Quando uma estava calada a outra falava e assim por diante. Era como se nós fossemos o perfeito yin-yang, e aquilo me deixava extremamente feliz, mas ao mesmo tempo preocupada com ambas de nós. Eu sabia que se algo acontecesse comigo, Rosalie ia ficar devastava, e vice-versa. Era algo muito bom em alguns momentos, quando como eu precisava apenas de alguém para abraçar, e ela estava sempre lá, mas era uma maldição quando estávamos separadas.

-Eu sei, Rosie. Mas eu preciso disso. Afinal de contas, o que podem fazer comigo? Se vierem pra cima de mim eu mato a pessoa com um soco. E eu não quero isso. -Bufei terminando de arrumar minhas roupas e as dela, as jogando do meu lado. Olhei para minha irmã e entrelacei meus dedos, os repousando em meu colo. -Eu não tenho escolha quanto a isso, mas eu prometo que vou tomar cuidado.

Assegurei minha irmã e dei um sorriso para ela. Assenti para ela ao pensar na sua ideia. Era perigoso quando nos juntávamos naquela mulher, e por mais que precisássemos, eu não gostava de ter que usar-la. Rosalie, ao contrário de mim, adorava usar-la, o que me intrigava um pouco, e fazia com que nossa fusão demorasse pouco tempo, nossos choques de gostos se contradizendo demais para que ela ficasse muito tempo.

-Podemos sim. Mas eu já te falei, Rosalie. Temos que ter cuidado com ela, e evitar.... Ser ela. Mas mesmo assim, precisamos aprender a controlá-la, e isso eu não discordo de você. Então assim que pudermos, vamos treinar com ela.

Um dos meus medos era que Rosie só soubesse se defender com ela, e isso seria um problema de marca maior. Não que ela realmente precisasse se defender, ela era o tipo de menina que todos adoravam, a garota problema geralmente era eu. Mas depois de conhecer essa prisão, eu não duvidava de nada.



Sister ▪ cell ▪ together ▪ forever




● ● ●

hurricane underneath me
avatar
Kristina Kröes Novacchio
the calm before
the calm before

Mensagens : 75
Data de inscrição : 26/12/2015
Idade : 19

Ficha do Prisioneiro
Nível: 01
Experiência:
0/0  (0/0)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] Sister, thoughts of hope understood half of me breathes in you ♡

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 :: H u n t e d

 :: Prisão

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum