[FP] Hennock W. Brian

Ir em baixo

[FP] Hennock W. Brian

Mensagem por Simba W. Brian em Ter Dez 29, 2015 7:26 pm




18HennockWells

Nome completo /////////////Hennock Wells Brian

Nascimento /////////////17 Novembro 1997

Nacionalidade /////////////Coreia do Sul, Canada.

Sexualidade /////////////Homossexual.

Super-Poder /////////////Criocinese.

Medo /////////////
Aracnofobia e de ficar sozinho.

Faceclaim /////////////
Baekhyun.


"Toda pessoa angelical possuí um lado demoníaco."

PERSONALIDADE



Hennonck sempre foi um bom amigo e sua familía, sempre se deu bem com todos ate mesmo os que praticavam bulling. Um daqueles garotos que fazem de tudo para as pessoas em volta sorrirem, mesmo se estiver triste ele colocaria uma melancia na cabeça e dançaria. Hennock na maioria das vezes pensa positivo, mas quando algo da muito errado ele age de uma forma muito pessimista. Tudo na vida tem um lado negativo não é? o garoto é daqueles que passa a noite toda pensando sobre a vida e qual seria o significado da sua existencia, mas tudo passa depois de abraçar seu ursinho chamado Putwo.

HISTÓRIA



Hennock nasceu no dia 17/11/1997 em Seul exatamente as 23:00hrs, morou até seus 16 anos até sua família resolver se mudar para o Canada. O garoto sempre foi um menino muito estudioso, aprendeu rápido Inglês e espanhol, ate possui um sotaque engraçado do inglês britânico.

Ser generoso e carinhoso são suas maiores qualidades, apesar de não receber muita atenção de seus pais e de seu irmão mais velho. Seu pais trabalham o dia todo e só voltam para casa para descansar a noite, os dois garotos sempre cuidaram da casa sozinhos desde que se mudaram para o Canadá. A relação com seu irmão mais velho foi sempre boa, um sempre ajudando o outro independentemente dos problemas nos quais os dois estivesse passando. Hennock não era de sentir ciumes das pessoas, mas quando se tratava de seu irmão seria diferente pelo simples fato de gostar dele um pouco mais como irmão.

Um dia ante de completar seus 18 anos, seu irmão resolveu lhe dar uma ursinho de pelúcia que o mesmo apelidou de Putwo, deixou um beijo no canto do boca e lhe deu um abraço apertado e prometeu que nunca o abandonaria, mas aquela promessa teria sido quebrada no dia seguinte quando a policia local encontrou o corpo de seu irmão perto de um lago que se encontrava algumas ruas depois de sua casa. Os dias de Hennock mudaram completamente, quase não comia nada de tanto pensar em seu irmão enquanto vestia a roupa preferida dele e abraçava sua pelúcia, trancado no quarto do irmão.

Quase 1 mês se passou e o garoto ainda estava trancado no quarto do irmão. Seu pai recebeu uma proposta de um homem estranho que dizia melhorar as condições de seu filho e, claro, como todo pai quer o melhor para seu filho resolveu aceitar. No dia 18 de novembro, um dia depois de seu aniversario, o tal homem teve a permissão de abrir o quarto do garoto e quando o mesmo fez isso, podia perceber que o clima dentro do quarto estava muito mais frio do que o normal. O homem apontou uma especie de arma para o garoto que fez o desmaiar.

A ENTREVISTA



Fui voltando ao poucos, minha visão estava embaçada e não reconhecia onde estava. Fechei novamente meus olhos e os abri em seguida e pude perceber que eu estava em uma sala, bem eu achava que era uma sala, minhas mãos estavas presas na maca que eu estava deitado, vestido em uma daquelas roupas de paciente de hospital, tentei soltar as algemas mais era perca de tempo. Pouco tempo depois um médico vestido de branco usando um capuz para esconder seu rosto apareceu, nessa hora gritei e comecei a me bater para ver se conseguia sair daquele lugar. O médio me observou, pegou uma ficha e então disse em uma voz distorcida que vez meu corpo todo tremer de medo.

O que você tem de único? Qual sua melhor qualidade e seu pior defeito?
Não sei ao certo, mas acho que consigo baixar a temperatura local...minha melhor qualidade é que faço de tudo para os outros ficarem bem perto de mim...meu pior defeito é que eu não me importo com a minha vida, perdi quem me fazia viver! - Gritei na minha ultima frase.

Por quais motivos acha que veio para cá? O que vai fazer se eu te contar que nunca mais vai poder voltar para casa?
Não importa o motivo, como disse, perdi a pessoa na qual eu mais me importava...

Qual era a coisa mais importante na sua antiga vida e por que era isso?
Meu irmão, mas não sei o que ele fez para morrer. Meu irmão é alguém que me mimou e me deu tudo o que meus pais não deram, pois nenhum dos dois tem tempo para mim.

Se defina em três palavras.
Carinho, Dor, Fofo.

Qual seu maior medo e o que você faz para combate-lo?
Tenho muito medo de aranhas, e sempre quando vejo uma abraço meu ursinho dado pelo meu irmão...

Após eu ter respondido todas as perguntas que ele tinha feito, ele largou a ficha em cima de uma mesa que por sinal estava próxima da minha maca, engoli um pouco de saliva e cresci meus olhos ao ver que ele arrumava suas luvas plasticas e verificava uma siringa com um tipo de líquido cinza, naquele momento eu não conseguia parar de pensar nas ultimas falas de meu irmão...será que esse homem matou o meu irmão? O médico segurou meu rosto e o levantou para cima apertando o local, não tentei me mexer porque talvez seria pior, deixei ele penetrar a agulha fina na minha pele e sentir aquele dor insuportável com o líquido começando a se espalhar no meu corpo. Soltei alguns gemidos e fui perdendo a consciência novamente, mas consegui ver o médico saindo e fazendo um gesto com as mãos para que dois homens, também encapuzados, me tirasse do local. Algum tempo depois acordei novamente e fui percebendo que estava em uma cela com vestes listrados nas cores preto e branco, mas o que me deixava confuso era o fato da cela estar aberta.

avatar
Simba W. Brian
the peaceful minds
the peaceful minds

Mensagens : 1
Data de inscrição : 26/12/2015
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum