{M} Hazel G. Briel e Dimitri Volk Orlov

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

{M} Hazel G. Briel e Dimitri Volk Orlov

Mensagem por Murderer em Sab Jan 09, 2016 9:46 am



Our goal is the satisfaction✖ ✖
H U N T E D


O som das traves eram soadas com louvor ao ouvido dos detentos. As lembranças estavam embaraçadas depois daquele ruído, sentiam o adormecer do corpo sendo levado ao exterior em sincronia a energia focalizada ao novo ambiente já climatizado com tamanha indiferença. Estavam em um tipo de campo de futebol americano, não tinha muitos presentes ao rede, eram apenas três: Hazel, o vento lançava o cabelo ruivo sobre os ombros deixando a roupa branca com a leve coloração dos fios, decorando a lisa estampa posta de veste; Dimitri por sua vez tinha aquele cabelo curto roçados a orelha sem a sobreposição a camisa de mesmo tom; o terceiro indivíduo nada menos que Murderer, cujo continha o rosto escondido por trás de vestes contraditórias a dos detentos, por este se eram pretas e tecidos lançados sobre o local de seu rosto que era substituído por uma máscara TRÍVIA.

Hazel e Dimitri. — A voz mecanizada atravessava o canteiro de canto a canto pelas caixas de som cujo em chios estridentes causava o ardor profundo ao tímpano, certamente seria Murderer, porém não sibilava nada de seus lábios rosados não aparentes. — Preparados? — Desta vez o indivíduo sem sexo definido presente à frente de ambos se aproximou em passos curtos produzindo ruídos como gases sendo liberados, seu corpo se desfazia em outro novo indivíduo, agora eram dois, assim como os detentos, e ambos deixavam a máscara soltar de seus rostos e assim causaria a surpresa aos outros. A mulher via a si mesma por trás do capuz, já o homem o via, e assim seria a cada um que olhasse. O mutante possuía suas características físicas e psicológicas, o objetivo deles agora seriam apenas um, derrotar a si mesmo.

Narre a saída da cela e a chegada de ambos ao local com holofotes. Desmembre o local e suas características, assim como a presença dos outros personagens e suas vestes.
A respeito do objetivo desta narração inicial, Hazel terá si mesma de oponente, assim como Dimitri que lutará contra si próprio. Não é necessário narrar o acerto do golpe, isso será avaliado pelo narrador e postado junto com a seguinte fase.
Seja coerente a respeito da condição do seu personagem, do psicológico, físico e mental, leve em consideração os atributos e perícias também. Coloque-os em spoiler no final da missão.
Narre sua missão em no mínimo 250 palavras.
Lance dois dados.
1# HP relacionado ao dano alheio.
2# HP relacionado a probabilidade do dano a seus personagens.
Como funciona?
Os primeiros dados dos dois serão somados e descontados em ambos rivais para que haja a morte conjunta. Exemplo: Hazel tirou em primeiro dado 8, Dimitri por outro lado tirou 10; dados totais de HP retirado será 18, considerando apenas uma vida dupla.
O segundo dado pode ou não ser considerado, será levado em consideração a narrativa e o desenvolvimento do texto, por isso, caprichem.
Se organizem em uma forma de postagem, o primeiro a postar será o primeiro sempre.
Qualquer coisa envie MP. Boa sorte!

HP:
Hazel 100/100
Dimitri 100/100
Rivais 100/100
✖ ✖ ✖ ✖ ✖
murderer

@DFRabelo


Última edição por Murderer em Qui Jan 21, 2016 11:07 pm, editado 1 vez(es)

● ● ●


Sex and Death
The front door and the back door of the world
I can murder you or fuck you! ur choice
avatar
Murderer
this is our reign
this is our reign

Mensagens : 19
Data de inscrição : 26/12/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {M} Hazel G. Briel e Dimitri Volk Orlov

Mensagem por Dimitri Volk Orlov em Sab Jan 09, 2016 8:48 pm


   





Eye of the tiger




Aconteceu uma coisa estranha hoje, eu não sei se fui dopado mais uma vez ou se estava sonhando. Minha mente estava confusa, com imagens fragmentadas surgiam e se embaralhavam formando novas lembranças. Balancei minha cabeça com veemência como se daquela forma eu conseguisse colocar meus pensamentos em ordem e após duas piscadas mais fortes, me vi em um novo lugar. Eu não estava exatamente familiarizado com aquilo, mas parecia ser um enorme campo para se praticar algum esporte. Olhei para os lados e vi uma ruiva dos cabelos escorridos vestida com uma roupa toda branca. Notei que eu também estava vestido completamente de branco e havia uma outra pessoa ali só que esta estava vestida de preto e tinha uma máscara no rosto. Franzi o cenho pela estranheza da figura. Aquilo era uma espécie de cosplay mal feito de Darth Vader?

Olhei novamente para a ruiva e foi nesse momento que ouvi aquela voz metalizada e estourada que parecia vir de caixas de som ao redor do estádio. Coloquei imediatamente as mãos em meus ouvidos dado ao estouro estridente e doído das caixas de som. Ouvi pela primeira vez o nome da ruiva e ela ouviu o meu, mas e o nome do terceiro elemento ali? A voz metalizada voltou a ecoar pelo campo imenso, fazendo meus ouvidos doerem de novo. Preparados? Preparados para o quê?! Já não estava de bom tamanho ficar encarcerado? Porque eles tinham que inventar aquelas coisas? Era uma espécie de tortura oriental?

O que eu achei que não podia ficar mais esquisito me provou o contrário. Aquele fulano de cospobre do Darth Vader tinha mesmo se dividido em dois em uma espécie de mitose maluca?
Olhei para a ruiva para confirmar que não estava tendo alguma alucinação e quando voltei a olhar na direção do ser que virou dois, o que pude ver deixou minha cabeça em mais parafuso ainda. Quando ele retirou a máscara e me vi diante de mim, ou o que parecia ser um sósia meu e a mesma coisa acontecia com a ruiva, a outra figura se mostrou como uma duplicata dela ao retirar a máscara. A diferença estava apenas nas roupas pretas que as duplicatas usavam. Elas eram idênticas à que o mascarado estava vestindo..

Acho que a loucura maior foi quando meu sósia assumiu uma posição de briga de rua que eu sempre assumia quando tinha que lutar com alguém e ele correu em minha direção. Desferiu um soco rápido em direção do meu rosto, e não tive muito tempo para desviar dele. O punho de minha cópia passou de raspão do lado esquerdo do meu rosto por eu ter afastado um pouco para o lado. Me perguntei por um segundo se eu revidasse estaria batendo em mim ou em minha sósia. Mas eu não tive muito tempo para divagar sobre aquilo e falei mais pra mim do que para qualquer outra pessoa.

 - Qual é. Eu não sou tão devagar assim.

Me curvei um pouco para não receber algum outro golpe e aproveitei da posição em que me encontrava para tocar o gramado sintético com uma das mãos e dar uma rasteira em meu sósia e me proteger de um possível ataque no rosto, bloqueando com o outro braço. Eu não sabia como estava a briga das duas ruivas, mas esperava sinceramente que a original estivesse vencendo, ou eu seria obrigado a dar uma mão para ela ou ao menos tentar aquilo, né?



post: 010 | notes: -- | tagged: Hazel G. Briel | music: Eye of the Tiger - Survivor




Spoiler:



Atributos

Destreza:08
Força:07
Inteligência:07
Carisma:01
Vigor:08


● ● ●

avatar
Dimitri Volk Orlov
the boredom killers
the boredom killers

Mensagens : 75
Data de inscrição : 23/12/2015
Idade : 27
Localização : Cela 40

Ficha do Prisioneiro
Nível: 13
Experiência:
5/100  (5/100)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {M} Hazel G. Briel e Dimitri Volk Orlov

Mensagem por Hunted em Sab Jan 09, 2016 8:48 pm

O membro 'Dimitri Volk Orlov' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'Ação' : 12, 11

● ● ●

avatar
Hunted
this is our reign
this is our reign

Mensagens : 474
Data de inscrição : 27/11/2015

Ver perfil do usuário http://hunted.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {M} Hazel G. Briel e Dimitri Volk Orlov

Mensagem por Hazel G. Briel em Sab Jan 09, 2016 10:14 pm





hands to myself



I'm not spending any time, wasting tonight on you. You know, I've heard it all, so don't you try and change your mind cause I won't be changing too, you know. You can't believe, still can't believe it, you left in peace, left me in pieces, too hard to breathe, I'm on my knees right now.


Eu senti alguma coisa úmida, pontiaguda e meio gelada no meu rosto, pés e mãos. Até fazia cócegas. Meus sentidos voltaram gradativamente; primeiro o tato, e então um barulho de ventania entrou nos meus ouvidos, e por último, a visão. Estava tudo embaçado, mas consegui me levantar e recobrar a consciência por completo após algumas piscadas e uma esfregada nos olhos. Enfim, olhei ao redor; um lugar amplo e com grama, holofotes fortíssimos dificultavam minha visão e então vi um garoto ao meu lado, loiro e bem mais alto que eu. Acho que fiquei com torci-colo de tanto olhar pra cima.

Ele vestia roupas brancas, assim como eu; e à nossa frente estava uma pessoa toda vestida de preto e com o rosto encapuzado. -Quem é você?-Perguntei, sem resposta. A pessoa começou a falar e reparei em sua voz, uma voz metalizada que imaginei ser projetada por algum dispositivo, ou talvez aquilo nem fosse real; levando em consideração tudo o que acontece na prisão. -Preparados?-A voz soou mais uma vez e no mesmo instante eu olhei em volta. Preparados para que? Eu comecei a temer o pior.

E o pior se realizou. A criatura se dividiu em dois; uma coisa que me cérebro levou alguns segundos para processar. Aquilo não era humano. Não podia ser. Mas se eu levasse em conta, todos naquele hospício pareciam possuir alguma habilidade, então talvez aquele ser fosse quem nos mantinha presos la. Após se duplicar, meu sangue gelou em minhas veias e meu coração parou de bater. Era eu. Ou pelos menos se parecia comigo. Enquanto eu vestia roupas brancas, a segunda Hazel vestia as mesmas roupas pretas da criatura que à poucos segundos estava em nossa frente.

Ela parou na minha frente. Totalmente sem expressão e sem vida, não havia brilho em seus olhos. Ouvi um barulho ao meu lado e percebi que o meu companheiro já estava em combate com sua duplicata; e quando virei o rosto novamente, fui empurrada para o chão e mantida ali com mãos frias e fortes no meu pescoço. Me desesperei por um momento, mas me lembrei que estava lutando contra mim mesma, eu devia saber como me derrotar, certo? Abaixei minhas mãos em direção à grama e levantei novamente ao atingir-lhe um soco na barriga, derrubando a segunda Hazel ao meu lado no momento em que meus pulmões começaram a arder.

Me levantei o mais rápido que pude e minha sósia parecia ter pensado o mesmo. Vadia. Ela veio para cima de mim novamente mas eu lhe acertei um gancho de direita lhe fazendo perder o equilíbrio durante alguns segundos, mas logo se recuperando. Ela correu até mim e agarrou meus cabelos, eu fiz o mesmo. Usei minhas unhas enormes para lhe arranhar o rosto e vi o resultado em sua bochecha esquerda. Mas fui levada ao chão novamente, tendo socos repetidos no meu rosto que eu logo protegi com meus braços. Agarrei-lhe o pescoço e levantei uma perna passando por seu quadril e nos virando na grama. Começamos a nos estapear, agarrar os cabelos e arranhar o rosto uma da outra; enquanto rolávamos de um lado para o outro. Eu só queria acabar logo com isso e esperava que o loirinho estivesse se saindo melhor do que eu. Qual era o nome dele? Ah, Dimitri.                       

Extras:
Perícia: Biologia (amador)

Atributos: Atributos

Destreza: 5

Força: 6

Inteligência: 8

Carisma: 3

Vigor: 8

THANK YOU SECRET!


Última edição por Hazel G. Briel em Sab Jan 09, 2016 10:16 pm, editado 1 vez(es)

● ● ●

Thanks Chris at TPO
Hazel

avatar
Hazel G. Briel
the great danger
the great danger

Mensagens : 22
Data de inscrição : 19/12/2015

Ficha do Prisioneiro
Nível: 07
Experiência:
65/100  (65/100)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {M} Hazel G. Briel e Dimitri Volk Orlov

Mensagem por Hunted em Sab Jan 09, 2016 10:14 pm

O membro 'Hazel G. Briel' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'Ação' : 18, 8

● ● ●

avatar
Hunted
this is our reign
this is our reign

Mensagens : 474
Data de inscrição : 27/11/2015

Ver perfil do usuário http://hunted.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {M} Hazel G. Briel e Dimitri Volk Orlov

Mensagem por Murderer em Dom Jan 10, 2016 6:53 pm



Our goal is the satisfaction✖ ✖
H U N T E D


O homem se debatia a si assim como a mulher também o fazia, não havia motivos tão grandes para conter medo a sua própria pessoa, ou tinha? Dimitri era agarrado pela gola da camiseta com uma força esplêndida a qual nem o mesmo podia se dar por conta de tamanho poder, conteve o engasgo pela falta de ar e foi lançado ao chão novamente com sagacidade. — Katrina nunca te amou, quem o fez? — Palavras eram cuspidas da boca daquele que trajava preto eram extremante secretas, contavam seu passado junto com um aumento incontrolável na tentativa de causar meno ao mesmo, já que isso ele conseguia fazer, causar medo a si próprio. Avançava com certa facilidade, desviando um golpe quase certeiro ao rosto de Dimitri que já se deixava em pé, por sorte, ou azar, houve o desvio. Correu por vez um chute ao abdômen no homem, lançando-o ao chão à meio metro de distância. Ele podia prever cada movimento alheio, afinal eram a mesma pessoa.

Os cabelos ruivos se misturavam no passar da luta, se não fosse pelas roupas seriam exatamente irreconhecíveis. Os trajes negros se jogava contra a mulher, deixando a no chão por alguns minutos, a tentativa era exatamente a morte, contudo com tamanha fúria pôs-se de pé outra vez, se Hazel não podia se derrotar, quem poderia?  O rosto da sósia era notável a drástico estado, possuía entre quatro cortes paralelos sangue, se não fosse pelo grunhido Hazel nunca notaria que ela pudesse sentir alguma dor. Não demorou muito para que estapeassem novamente no chão, de fato algo comum entre briga de mulheres, seus atos eram repetidos, para vencer teria que agir diferente, a mulher socava o rosto da ruiva com força, que defendia com os braços, causando uma dor inigualável. — Seria melhor se tivesse morrido quando tentou. — Arfava entre meio a pronuncia, correu um soco pela barriga da mulher, ela teria que levantar, se não quisesse morrer no chão. Aquela briga só estava começando.


Narre a luta contra suas pessoas, e acrescente mais algumas falas com coisas que incomodaram seus personagens no decorrer da vida, declarações que mexem com o psicológico e com moral, jogue na cara fatos passados que tentam esquecer, e produza uma reação; de raiva, tristeza, angustia, etc; realizada ao ouvir cada declaração ao qual sempre tentou esconder e esquecer.
Seja coerente a respeito da condição do seu personagem, do psicológico, físico e mental, leve em consideração os atributos e perícias também. Coloque-os em spoiler no final da missão.
Lance dois dados.
1# HP relacionado ao dano alheio.
2# HP relacionado a probabilidade do dano a seus personagens.
Como funciona?
Os primeiros dados dos dois serão somados e descontados em ambos rivais para que haja a morte conjunta. Exemplo: Hazel tirou em primeiro dado 8, Dimitri por outro lado tirou 10; dados totais de HP retirado será 18, considerando apenas uma vida dupla.
O segundo dado pode ou não ser considerado, será levado em consideração a narrativa e o desenvolvimento do texto, por isso, caprichem.
Qualquer coisa envie MP. Boa sorte!

oRDEM DE POSTAGEM:

Dimitri Volk Orlov

Hazel GRIGORI BRIEL


HP:
Hazel 94/100 Perda de oito para seis;
Dimitri 92/100 Perda de onze para oito;
Rivais 60/100 Perda de trinta para quarenta.
✖ ✖ ✖ ✖ ✖
murderer

@DFRabelo


Última edição por Murderer em Qui Jan 21, 2016 11:07 pm, editado 1 vez(es)

● ● ●


Sex and Death
The front door and the back door of the world
I can murder you or fuck you! ur choice
avatar
Murderer
this is our reign
this is our reign

Mensagens : 19
Data de inscrição : 26/12/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {M} Hazel G. Briel e Dimitri Volk Orlov

Mensagem por Dimitri Volk Orlov em Seg Jan 11, 2016 11:08 pm




Eye of the tiger




Como ganhar uma batalha contra você? A minha sósia parecia antecipar os meus movimentos, algo que nem eu sabia como fazer. Senti ele me segurando pelo colarinho da roupa que estava usando e me surpreendi. Eu conseguia fazer aquele tipo de coisa com tanta facilidade assim? Fui jogado ao chão e senti a grama sintética do estádio esfolar um pouco as minhas mãos, senti o ardor da pele esfolada, mas não esperava em momento algum escutar aquele nome. Como eles podiam saber de algo como aquilo? Apesar de saber que Katrinna não me amava, eu passei a ter uma queda enorme por ela depois que ela tirou minha virgindade. Era aquele lance de primeiro amor mesmo, sabe? Pelo menos era o que eu sentia por ela.

Foram inúmeras as vezes que me corroí de ciúmes quando precisei guiar clientes até o quarto dela. Acho que a ocasião em que mais tive medo na vida foi quando um dos clientes dela, supostamente apaixonado pela garota também, nos pegou em pleno ato em uma noite e nos ameaçou com uma faca enorme. Lembro que tive que brigar com o homem e nessa brincadeira toda aí, levei um corte superficial próximo do olho. Pela quantidade de sangue que jorrou na hora, eu pensei que acabaria ficando cego ou desfigurado. No fim das contas, os seguranças do bordel escutaram a barulheira no andar de cima e prontamente entrou lá para conter o cara que se julgava dono da garota. Me lembrei perfeitamente daquela noite e quanto medo passei.

Eu não respondi àquela provocação dele e tentei de alguma forma, bloquear as lembranças que saltavam em minha cabeça como um turbilhão e me desconcentravam um bocado. Talvez por isso que eu não estava tão preparado assim para aquele chute no meu abdômen. Caí  no chão, com as costas na grama e o chute foi tão forte que o golpe acabou me lançando um pouco pra longe de meu sósia. A dor que eu sentia foi se transformando em um ódio mortal por aquele ser e por isso que me levantei, mas fiquei meio que agaichado. Usando a propulsão de minhas pernas, me lancei contra meu sósia afim de derrubá-lo no chão e ficar por cima dele para desferir uma sequência incansável de socos no rosto dele.

- Filho... da.. puta...dobre ...a... língua... antes...de... falar... da.. minha... vida! VOCÊ NÃO SABE DE NADA, DESGRAÇADO!

Cada pausa que eu fazia em minha fala era um soco que eu desferia no infeliz que parecia comigo. Tentei prendê-lo ao chão com o peso do meu corpo o máximo de tempo possível, sempre esmurrando a o rosto do infeliz. Ele podia até estar falando a maior verdade do mundo, mas eu não iria admitir aquilo nunca. E outra, que se foda, eu nunca precisei que as pessoas me amassem para conseguir o que eu queria. Naquele momento de pura fúria eu até mesmo havia esquecido que a ruiva também estava por ali brigando com os próprios medos.

Spoiler:


Perícia
Furtividade - Profissional
Atributos:
Destreza:08
Força:07
Inteligência:07
Carisma:01
Vigor:08




post: 012 | notes: -- | tagged: Hazel G. Briel | music: Eye of the Tiger - Survivor



● ● ●

avatar
Dimitri Volk Orlov
the boredom killers
the boredom killers

Mensagens : 75
Data de inscrição : 23/12/2015
Idade : 27
Localização : Cela 40

Ficha do Prisioneiro
Nível: 13
Experiência:
5/100  (5/100)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {M} Hazel G. Briel e Dimitri Volk Orlov

Mensagem por Hunted em Seg Jan 11, 2016 11:08 pm

O membro 'Dimitri Volk Orlov' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'D20' : 12, 10

● ● ●

avatar
Hunted
this is our reign
this is our reign

Mensagens : 474
Data de inscrição : 27/11/2015

Ver perfil do usuário http://hunted.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {M} Hazel G. Briel e Dimitri Volk Orlov

Mensagem por Hazel G. Briel em Qua Jan 13, 2016 4:24 pm





hands to myself



I'm not spending any time, wasting tonight on you. You know, I've heard it all, so don't you try and change your mind cause I won't be changing too, you know. You can't believe, still can't believe it, you left in peace, left me in pieces, too hard to breathe, I'm on my knees right now.


Pus-me de pé em um salto enquanto a outra vinha em minha direção pronta para me atacar. Segurei-a pelo pescoço e a derrubei no chão, prendendo suas pernas em baixo de mim e seus braços acima de sua cabeça. -Se você estivesse morta, sua mãe ainda estaria viva. E, quem sabe, teria outra filha, bem melhor que você!-Fechei meus punhos e o direcionei ao rosto da segunda Hazel, atingindo-lhe no centro do rosto.

A criatura apenas riu enquanto um filete de sangue escorria por seu nariz. ]-Katherine nunca te amou, e muito menos Joseph! Você era um fardo para eles, se pai comemorou quando você sumiu!- Ela cuspia as palavras no meu rosto e o sangue foi subindo enquanto eu desferia socos e mais socos em sua face.

Quando lhe agarrei o pescoço, imagens dos meus pais brigando quando eu era pequena surgiram na minha mente, interrompendo meus golpes. Katherine e Joseph gritaram um com o outro enquanto eu assistia tudo pela fresta da porta. Balancei minha cabeça me concentrando na briga com a minha sósia, e não em uma lembrança falsa. -Eu sei que não são verdadeiras!-Gritei apertando ainda mais seu pescoço. -Você sabe que é impossível memórias falsas serem criadas e serem tão complexas!- Dessa vez era sua mão que estava no meu pescoço e me corpo que estava no chão.

-Se quer mesmo saber, Katherine havia tentado lhe abortar! Joseph só se casou com ela com medo do que ela poderia fazer para manchar a imagem dele! Nenhum dos dois te amava!-Ela sussurrou no meu ouvido enquanto apertava ainda mais meu pescoço. Soltei minhas e levei até seus cabelos, puxando os até ela soltar meu pescoço.

Lhe empurrei para o lado enquanto eu me levantava mais rápido e chutava sua barriga. -Você não sabe de nada!-                    

Extras:
Perícia: Biologia (amador)

Atributos: Atributos

Destreza: 5

Força: 6

Inteligência: 8

Carisma: 3

Vigor: 8

THANK YOU SECRET!


Última edição por Hazel G. Briel em Qua Jan 13, 2016 4:26 pm, editado 1 vez(es)

● ● ●

Thanks Chris at TPO
Hazel

avatar
Hazel G. Briel
the great danger
the great danger

Mensagens : 22
Data de inscrição : 19/12/2015

Ficha do Prisioneiro
Nível: 07
Experiência:
65/100  (65/100)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {M} Hazel G. Briel e Dimitri Volk Orlov

Mensagem por Hunted em Qua Jan 13, 2016 4:24 pm

O membro 'Hazel G. Briel' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'D20' : 12, 4

● ● ●

avatar
Hunted
this is our reign
this is our reign

Mensagens : 474
Data de inscrição : 27/11/2015

Ver perfil do usuário http://hunted.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {M} Hazel G. Briel e Dimitri Volk Orlov

Mensagem por Murderer em Sab Jan 23, 2016 11:57 am



Our goal is the satisfaction✖ ✖
H U N T E D


O último ataque de Dimitri fizerá que ambos rivais debruçassem ao chão com seus corpos sem sinal de vida. O alívio corria no corpo dos outros dois vencedores mesmo diante a extensa morte misteriosa, sem antes causar qualquer sinal de fraqueza; porém antes de qualquer finalidade a comemoração, a face do rosto queimava como se tivessem levado um soco - e tinham, os atos de Dimitri provocando a morte de seus "clone" faziam que suas próprias estruturas reais presenciassem - suas mentes eram devastadas e pernas bambas, cambaleou os dois até o chão, um em seguida do outro, e logo que podia se ver estavam os quatro corpos pairando sobre a superfície e nenhum continha mais o brilho dos olhos.

.
.
.

Os olhos tentavam se acostumar com a claridade quando os dois participantes eram trazidos de volta ao ambiente, contudo o lugar já não se era o mesmo, assim como suas companhias, estavam apenas os dois dentro de uma sala extensa com uma porta à dianteira. — Há uma chave, encontrem-na. Não parem de correr. — A voz masculina era soada das paredes, porém não havia uma fonte para sua saída, e não possuía traços mecanizados. Assim que a porta aberta, era capaz de ver um amplo corredor cercado por arbustos e, sempre, adiante caminhos surgiam entremeio ao campo de visão, deveriam chegar no centro e encontrar a chave desejada, mas para isso precisariam agir em conjunto.


Após os participantes alcançarem a porta haverá um estrondo e quando olharem para trás verão o chão desabando, corram, a cada passo o desabamento se aproximará mais, será definido o que acontecerá com o personagem se cair dentro do buraco do após a narração.
Lance dados antes da postagem aqui e defina o que acontecerá com seu personagem.
Seja coerente a respeito da condição do seu personagem, do psicológico, físico e mental, leve em consideração os atributos e perícias também. Coloque-os em spoiler no final da missão.
Quero pedir compreenção, estive mudando o rumo da missão por estar cansado de ler e fazer a mesma coisa em todas postagem, além que se tornou algo difícil de narrar por ser basicamente um nome. Modifiquei a quantidade de vida dos rivais anteriormente para matá-los nesta rodada.
Qualquer coisa envie MP. Boa sorte!


Hazel:
HP: 94/100
Status: Intacta
Localização: Junta à Dimitri.
Dimitri:
HP: 92/100
Status:Intacto
Localização:Junto à Hazel.
✖ ✖ ✖ ✖ ✖
murderer

@DFRabelo

● ● ●


Sex and Death
The front door and the back door of the world
I can murder you or fuck you! ur choice
avatar
Murderer
this is our reign
this is our reign

Mensagens : 19
Data de inscrição : 26/12/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {M} Hazel G. Briel e Dimitri Volk Orlov

Mensagem por Hazel G. Briel em Sab Jan 23, 2016 4:17 pm





hands to myself



I'm not spending any time, wasting tonight on you. You know, I've heard it all, so don't you try and change your mind cause I won't be changing too, you know. You can't believe, still can't believe it, you left in peace, left me in pieces, too hard to breathe, I'm on my knees right now.


O clone da ruiva estava finalmente no chão, sem vida, assim como o clone do ruivo. Hazel respirava pela boca enquanto arrumava o cabelo e retirava as folhas da grama de suas roupas e se virava para o loiro gigante que também havia derrotado seu próprio clone. -Hazel.-Disse a ruiva sem saber se o cara ainda lembrava de seu nome, e logo sentira uma ardência no lábio inferior, passando o dedo viu o líquido vermelho do sangue que escorria, nada muito grave. Uma fraqueza atingiu o corpo esquio de Hazel, deixando suas pernas bambas. Deu um passo para trás, perdendo o equilíbrio e caindo na grama, enquanto a escuridão devastava sua mente.

[...]

Os olhos azuis de Hazel ganharam foco ao se abrirem, mas precisaram de alguns instantes antes de se acostumarem a claridade do lugar. Se colou de pé com um pouco de dificuldade, e logo notou que estava em uma sala extensa, com Dimitri. -Argh! Isso só poder ser brincadeira!-Explodiu bagunçando os cabelos enquanto andava de um lado para outro.

Aquilo parecia não ter fim! Eles haviam derrotado os clones, será que agora não poderiam ir embora? A resposta era um belo e enorme não. — Há uma chave, encontrem-na. Não parem de correr. —Uma voz masculina soara das paredes, deixando Hazel alerta. Ótimo! Mais essa agora. Uma porta havia sido aberta na frente dos dois, e logo um estrondo.

Ao olharem para trás, o chão começava a desabar, e Hazel entrara apressada na porta enquanto o chão atrás de si desmoronava. Hazel seguiu pela terceira fileira, enquanto era atingida por galhos ao longo do caminho e colocava as mãos na frente do rosto para se proteger.

Dimitri tentava escalar a parede, mas acabou caindo. Só podia ser brincadeira! Hazel deu meia volta afim de ajudar o menino, mas acabara caindo junto com o menino. Agora eles estavam ferrados!                            

Extras:
Poder:
Nível 01 – O pirocinético é capaz inicialmente de gerar pequenas fagulhas sem ser capaz de atingir ou causar dano a algo ou alguém, no entanto, tem como fonte principal de poder , as mãos, sendo capaz de aquece-las ao ponto de causar leves queimaduras em seu adversário.


Perícia: Biologia (amador)

Atributos: Atributos

Destreza: 5

Força: 6

Inteligência: 8

Carisma: 3

Vigor: 8

THANK YOU SECRET!

● ● ●

Thanks Chris at TPO
Hazel

avatar
Hazel G. Briel
the great danger
the great danger

Mensagens : 22
Data de inscrição : 19/12/2015

Ficha do Prisioneiro
Nível: 07
Experiência:
65/100  (65/100)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {M} Hazel G. Briel e Dimitri Volk Orlov

Mensagem por Dimitri Volk Orlov em Sab Jan 23, 2016 6:24 pm




Eye of the tiger




Eu estava disposto a matar aquele meu clone caso aquilo fosse realmente necessário, mas confesso que fiquei um tanto surpreso quando a minha cópia perfeita caiu no chão inerte. Franzi o cenho e olhei para o lado, parece que a mesma coisa aconteceu com a cópia da ruiva e aquilo tudo era suspeito demais. Massageei minha própria nuca e estralei o pescoço tentando relaxar um pouco. Ouvi a voz da ruiva e murmurei,  enquanto me espreguiçava e olhava atento para os lados, cismado com aquela morte repentina de nossos sósias.

- Sou Dimitri.. não acha estra...

Eu não consegui completar minha frase, senti como se algo me acertasse em cheio nas fuças e minhas vistas se turvaram, enquanto senti minhas pernas bambearem pela fraqueza. Aquilo não ia acabar nunca? Fala sério. Só lembro que desabei no chão ao lado da ruiva.

***

Fui acordar não sei quanto tempo depois. Estava em outro lugar junto com Hazel. Massageei com as pontas dos dedos minhas têmporas e em seguida o meu maxilar, onde eu acho que levei um belo de um jab de algo que eu não vi se aproximar. Minha cabeça latejava, talvez fruto de todos daqueles anestésicos que eles aplicavam na gente ou talvez fosse só minha imaginação sintomatizando aquilo tudo, vai saber.

Eu me coloquei de pé e percebi que os clones não estavam ali. Estava apenas Hazel e eu no que parecia ser um .. o que raios era aquilo agora? Um labirinto? Estava tentando entender onde a gente estava e foi então ouvi aquela voz do início falando.  Tinhamos que achar uma chave?! E correr por qual motivo?! Descobri isso quando senti o chão debaixo dos meus pés trepidar como se estivéssemos em um terremoto. Praguejei em russo e gritei para a ruiva que estava um metro a minha frente, tão desnorteada quanto eu mesmo estava.

- Corre!

Corri logo atrás dela, com cuidado para não atropelar a ruiva, afinal de contas, minhas pernas eram bem maiores do que as dela por causa de minha altura. Até que avançamos bem, dobramos algumas esquinas do labirinto que não parecia ter fim, mas todo o cuidado com o bem estar e de não querer passar por cima da ruiva, meio que me fudeu. Não sei o que aconteceu comigo, só sei que espatifei no chão e senti-o ruir sob o peso do meu corpo.

Eu estava caindo na vala que estava se formando. Senti quilos e mais quilos de terra desabando junto comigo e uma dor imediata com o impacto com o buraco em que me meti.  Quando aquilo parou, eu pude ver a ruiva parando de andar e vindo para o buraco em que eu  estava, provavelmente para tentar ajudar, mas agora estavam os dois na vala de terra. Perguntei um pouco frustrado com aquela situação toda.

- Você está bem? Porque não continuou correndo, moça? Eu me virava.. de algum jeito eu garanto que me virava.

Olhei para ela mais uma vez e meneei o rosto negativamente, para em seguida observar melhor o lugar em que nos encontrávamos. Vi que haviam raízes grandes e firmes saindo pela terra e que nossa única alternativa era escalar tudo aquilo.

- Com licença.

E assim que disse aquilo, sem dar explicação alguma eu a ergui o mais alto que conseguia para então voltar a falar.

- Temos que subir pra sair disso aqui. Vai escalando como der nos ramos que formam as paredes desse labirinto, ok? E por favor, não olha pra baixo.

Pedia para que ela subisse e não olhasse para baixo por dois motivos: 1º para o caso dela ter problema com alturas e 2º para que ela não desistisse de subir caso eu não conseguisse, dado ao meu estado mais precário do que o dela. Só quando ela estava pra lá da metade do muro revestido por trepadeiras, é que comecei a minha escalada. Apesar de todo meu corpo estar meio dolorido pela queda abrupta, eu fui escalando pouco a pouco, primeiro me segurando nas raízes das trepadeiras do muro e em seguida nos galhos que pareciam mais firmes. Sei que minhas mãos escorregaram por duas vezes e quase caí de novo naquela vala, mas consegui me agarrar novamente à trepadeira.

Levou mais tempo que eu esperava, mas finalmente estávamos no topo do muro. Um tanto sujo, machucado e ofegante, olhei para a ruiva com um sorriso pequeno de alívio. Eu achava que o pior havia passado, agora nós podíamos seguir pelo muro até encontrar a saída, me senti algo puxando nós dois para baixo novamente. A única coisa que passou pela minha cabeça, foi. “Porra, estamos fodidos.”


Extras:


Atributos
Destreza:08
Força:07
Inteligência:07
Carisma:01
Vigor:08

Perícia
Furtividade (Profissional)



post: -- | notes: -- | tagged: Hazel G. Briel | music: Eye of the Tiger - Survivor



● ● ●

avatar
Dimitri Volk Orlov
the boredom killers
the boredom killers

Mensagens : 75
Data de inscrição : 23/12/2015
Idade : 27
Localização : Cela 40

Ficha do Prisioneiro
Nível: 13
Experiência:
5/100  (5/100)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {M} Hazel G. Briel e Dimitri Volk Orlov

Mensagem por Murderer em Sex Jan 29, 2016 11:15 pm



Our goal is the satisfaction✖ ✖
H U N T E D


Eles corriam freneticamente entremeio os corredores, as paredes eram curtas e o sangue, ao invés de correr nas veias, o que palpitava nelas era o medo. Dimitri deixava o corpo frágil topar com o chão assim que tentava subir o arbusto pela primeira vez, e por pouco não era jogado para dentro do bueiro, contudo Hazel não havia dificuldade a subir até a extremidade da parede, mesmo sendo atingida por um galho, o que não era nada a mais que um obstáculo.


Caso tenham sorte e encontrem a chave irão cair no buraco, e ele os levarão para uma sala com uma extrema, baixa, temperatura, onde terá que ser encaixado a chave em uma das três portas [dados], caso caiam no buraco irão para uma sala totalmente branca como se fosse um quarto de hospital, narre sua discussão mental em relação ao local e descreva a entrada de um doutor, sem muitos questionamentos levará uma agulha em sua direção e o liquido branco ao entrar na sua veia o fará ter leves convulções e ataques do passado, cite algum momento.
Lance dados antes da postagem aqui e defina o que acontecerá com seu personagem.
Seja coerente a respeito da condição do seu personagem, do psicológico, físico e mental, leve em consideração os atributos e perícias também. Coloque-os em spoiler no final da missão.
Fiz esta postagem bem pequena já que não havia muito a dizer e queria que postar rápido para vocês.
Qualquer coisa envie MP. Boa sorte!


Hazel:
HP: 89/100
Status: Corte na bochecha, sangramento pequeno.
Localização: Junta à Dimitri.
Dimitri:
HP: 87/100
Status: Dor nas costas e confusão mental.
Localização:Junto à Hazel.
✖ ✖ ✖ ✖ ✖
murderer

@DFRabelo

● ● ●


Sex and Death
The front door and the back door of the world
I can murder you or fuck you! ur choice
avatar
Murderer
this is our reign
this is our reign

Mensagens : 19
Data de inscrição : 26/12/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {M} Hazel G. Briel e Dimitri Volk Orlov

Mensagem por Hazel G. Briel em Seg Fev 01, 2016 12:02 am





hands to myself



I'm not spending any time, wasting tonight on you. You know, I've heard it all, so don't you try and change your mind cause I won't be changing too, you know. You can't believe, still can't believe it, you left in peace, left me in pieces, too hard to breathe, I'm on my knees right now.


Hazel encarou o loiro com os braços cruzados e uma sobrancelha erguida. Sua testa estava franzida e o nariz enrugado, enquanto lançava seu olhar de ódio sobre o loiro. -Na próxima, eu não ajudo.-Disse a ruiva se virando se costas para o grandalhão mal-agradecido. Se tinha uma coisa que Hazel odiava era trabalho em equipe, e odiava mais ainda quando topava com criaturas ignorantes como aquele loiro. Okay, estavam os dois presos, mas eles precisariam sair dali juntos. Achar a chave e sair dali, com vida, de preferência.

De costas, a ruiva não notou quando o loiro se aproximou e colocou as enormes mãos em sua cintura. -Ei...-Hazel se preparava para esquentar suas mãos e encostas nas dele quando ele se explicou acalmando os nervos da ruiva. Colocando as mãos nas raízes e caçando algum lugar estável para apoiar os pés, Hazel começou a escalada enquanto gotas de suor desciam de sua testa para seu pescoço.

Se suas mãos escorregassem ou ela se desequilibrasse, ela cairia e teria o pulmões e coração perfurados por suas costelas quebradas. O pensamento fez Hazel engolir em seco enquanto subia vagarosamente a parede, contando que o loiro estivesse bem atrás dela.

Ao chegar no topo, Hazel olhou para o loiro e retribuiu o sorriso do loiro. Olhou para suas mãos e as viu com pequenos cortes e muito vermelhas, não diferentes de seus braços e bochechas.

Hazel sentiu ser puxada para baixo e logo estava no chão de novo, junto com Dimitri. Ela olhou em volta, pegou na mão do grandalhão e saiu correndo pelos corredores lançando seu corpo para a esquerda, mas tendo sua corrida interrompida ao sentir seu pé sendo perfurado.

O ar se perdeu no meio do caminho enquanto ela se inclinava e agonizava de dor, enquanto o sangue jorrava de seu pé perfurado por uma flecha. Ela arrancou a flecha com a mão tremula, mordendo o lábio inferior até sentir o gosto de sangue em sua boca.

Sentiu seu corpo ser levantado pelos braços fortes de Dimitri. -A chave...- Sussurrou com a voz fraca, ainda se recuperando do ataque. Hazel passou um braço pelo pescoço de Dimitri, segurando a gola de sua camisa com toda força enquanto corriam pelo corredor.            

A chave estava à poucos metros dos dois. Mas devido às circunstancias, ela parecia estar ainda mais longe. Eles agarraram a chave e continuaram correndo, mas acabaram sendo consumidos pelo buraco.

As costas de Hazel bateram em uma superfície fria e branca. Um gemido de dor saiu dos lábios da ruiva enquanto ela se mexia lentamente. Colocando umas das mãos na cabeça, Hazel se sentou com dificuldade e mexia seu pé ferido o maior cuidado possível.

Na frente deles estavam três portas, e a chave na mão de Hazel. Ela olhou para as portas e depois para Dimitri, dando alguns passos para a terceira porta, encaixando a chave e girando. A porta foi aberta e uma sala toda branca e fria, Hazel entrou na sala.

Passando as mãos pelos braços, Hazel se deu conta do quão frio estava aquela sala branca. -Dimitri? O que vai acontecer agora?-A voz de Hazel soou fraca, quase inaudível. Lágrimas ameaçaram descer de seus olhos azuis, mas ela não se daria ao luxo de desperdiçar água do seu corpo naquele lugar.

Sua respiração estava falha enquanto analisava a sala toda branca, que lhe lembrava a sala da clínica onde esteve por anos. Um pavor logo tomou a ruiva. Será que eu estou na clínica? Qualquer lugar seria melhor do que a prisão para onde foi levada, até mesmo a clínica.

Um homem entrou na sala com uma roupa de médico segurando uma seringa. Hazel tentou se afastar, mas o pé machucado dificultava o trabalho da ruiva. A agulha foi em direção ao seu pescoço, e um líquido foi injetado em Hazel.

Seu corpo caiu para trás enquanto convulsionava. Imagens do passado vieram em sua mente: A ultima vez que viu sua mãe viva, quando chegou na clínica pela primeira vez, os remédios...Tudo. Tudo voltava enquanto a garota tinha espasmos pelo corpo todo.  

A convulsão durou alguns minutos até finalmente voltar ao seu estado normal, suada e ofegante. Ela se sentou, colocando as mãos em sua cabeça enquanto ainda respirava com dificuldade. Mãos envolveram seus braços e logo ela estava sendo levada por guardas de volta para sua cela, com seus pensamentos confusos.        
Extras:
Perícia: Biologia (amador)

Atributos: Atributos

Destreza: 5

Força: 6

Inteligência: 8

Carisma: 3

Vigor: 8

THANK YOU SECRET!

● ● ●

Thanks Chris at TPO
Hazel

avatar
Hazel G. Briel
the great danger
the great danger

Mensagens : 22
Data de inscrição : 19/12/2015

Ficha do Prisioneiro
Nível: 07
Experiência:
65/100  (65/100)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {M} Hazel G. Briel e Dimitri Volk Orlov

Mensagem por Dimitri Volk Orlov em Ter Fev 02, 2016 1:07 pm




Eye of the tiger




Era muita merda pra uma pessoa só! Depois de me arranhar todo pra escalar aquela merda de cerca viva, quando tinha acabado de chegar no topo, me senti sendo puxado para baixo, para a maldita vala em que eu estava antes. Sei lá o que foi que me puxou, mas eu tinha uma vontade imensa de espancar o infeliz. Vi que a ruiva teve a mesma “sorte” que eu e estava lá embaixo também. Ela primeiro me olhou com raiva e eu fiquei um pouco sem entender os motivos daquilo. A gente estava no mesmo barco, fofura. Nada de olhar feio pra mim.

Retomado do choque com o chão de terra batida, eu tentava me orientar naquele lugar, pensar em qual direção seguir. No entanto a minha companheira não parecia muito afim de análises para ver se havia outras armadilhas ocultas ou algo do tipo. Ela segurou uma das minhas mãos e saiu em disparada pela vala que o labirinto havia se transformado dobrando algumas esquinas. Vou confessar que inicialmente não queria ir pro mesmo lado que ela. Mas algo me dizia lá no fundo que ainda precisaríamos um do outro e por isso segui a ruiva descuidada.

Eu esperava lá no fundo que o senso direção dela fosse muito bom, já que ela pôde ver por cima do labirinto por mais tempo que eu. Outra coisa que eu esperava também é que ela fosse um pouquinho mais cuidadosa enquanto corria. Vi algumas armadilhas pelo caminho que por sorte divina ela não disparou. Essa sorte parece não ter durado tanto tempo assim, pois após virar mais uma esquina, escuto a menina gritar de dor. Praguejei em russo e mais do que depressa e dei uma analisada no local primeiro para verificar se havia mais alguma armadilha.  Agachava-me para ver o que tinha atingido ela e vi a ruiva arrancando na unha uma flecha próximo do calcanhar dela. Confesso que não tenho habilidade alguma com primeiros socorros e por isso eu fiz a única coisa que estava ao meu alcance, ergui a menina a pegando no colo para carregá-la.

Seguia as coordenadas que ela me passava e logo avistávamos uma chave. Senti um alívio imenso com aquilo e me aproximei do local da chave ainda com bastante cuidado para não disparar nenhuma armadilha. Ela pegou a chave e pouco depois senti o chão sob meus pés mais uma vez tremer e ceder. Nós afundamos ainda mais, era como se estivéssemos indo para o inferno ou algo do tipo. Ela caiu em cima de mim e não que ela fosse pesada, mas a força da gravidade sempre fazia uma queda ser pior quando um outro corpo caía em cima do seu.  Dali de baixo, nós víamos portas, franzi o cenho, eu era péssimo com escolhas desse tipo e por isso, deixei que ela escolhesse por qual porta iríamos, afinal, ela que havia encontrado o caminho para a chave.

Desci-a do colo para que ela pudesse seguir para a porta que desejasse. Ela escolheu pela terceira porta e assim que ela colocou a chave na fechadura, foi como se fôssemos puxados por um vórtice.

***

Fomos transportados para uma sala muito branca, estávamos em macas e senti que meu coração disparava. Escutei a a ruiva me chamar pelo nome e perguntar o que iria acontecer e eu bem queria dizer que ficaria tudo bem, foi quando visualizei um homem de jaleco branco e ela me enfiou mais uma seringa, agora com um líquido branco. Tudo ficou escuro mais uma vez.

Eu me via como se estivesse mais uma vez no orfanato e fosse aquele garotinho cercado por garotos bem maiores, loucos para abusarem de mim. Acho que esse foi o momento mais assustador que passei na vida. Lembro também da dor do braço quebrado no momento em que sem querer, descobri que podia atravessar paredes. A queda do segundo andar do prédio do orfanato me rendeu uma fratura dolorida, mas ao menos não fui abusado pelos grandalhões. Procurei por Hazel com os olhos, mas notei que ela não estava ali.  O que me veio na cabeça era que aquele era o meu delírio, um dos meus fantasmas. Acordei como aquele garotinho, tremendo e cheio de receios de ser tocado e foi nesse momento que guardas da prisão me seguraram com força e me levaram de volta para minha cela. Vi logo na minha frente que um grupo de guardas fazia o mesmo com a ruiva descuidada. Depois eu iria descobrir em qual cela ela estava para ver como estava ou algo do tipo.

- É, mais um belíssimo dia no inferno.

Extras:



Atributos

Destreza:09
Força:09
Inteligência:08
Carisma:01
Vigor:09

Perícias
Furtividade (Profissional)
Briga (Profissional)
Sobrevivência (Amador)



| tagged: Hazel G. Briel | music: Eye of the Tiger - Survivor



● ● ●

avatar
Dimitri Volk Orlov
the boredom killers
the boredom killers

Mensagens : 75
Data de inscrição : 23/12/2015
Idade : 27
Localização : Cela 40

Ficha do Prisioneiro
Nível: 13
Experiência:
5/100  (5/100)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {M} Hazel G. Briel e Dimitri Volk Orlov

Mensagem por Murderer em Qua Fev 03, 2016 9:23 pm



avaliação
H U N T E D


Bom, a pricípio quero dizer que avaliarei está missão conjunta, no entanto os dois receberão mesma quantidade de experiência a mesma quantidade de itens. Foi bom estar narrando para vocês, mesmo durante minha falta de tempo, algo que devo pedir desculpas por. A narração teve um intuito agradavél e suas dificuldades e desempenho foram de fato extraordinários.

Coerência Missão: 50/55
Gramática/Estrutura: 30/45
Enredo/Criatividade: 45/55
Objetivo: 45/45

165 xp.
10 gazes.
Dimitri 2 pontos Perícias/Atributos, Hazel 1 ponto Perícias/Atributos. [Dimitri subiou dois leveis pela quantidade de experiência antes obtido, já Hazel apenas um.]
Já houve a atualização da ficha do personagem, porém falta os pontos de Perícias/Atributos, envie-me por MP para qual dos cinco deseja acrescenta-lo, espero que tenha gostado de compartilhar uma experiência conosco. Qualquer dúvida sobre a avaliação entre em contato por MP à esta própria conta Boss.

✖ ✖ ✖ ✖ ✖
murderer

@DFRabelo

● ● ●


Sex and Death
The front door and the back door of the world
I can murder you or fuck you! ur choice
avatar
Murderer
this is our reign
this is our reign

Mensagens : 19
Data de inscrição : 26/12/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {M} Hazel G. Briel e Dimitri Volk Orlov

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum