▲And I will try to fix you▼

 :: H u n t e d

 :: Prisão

Ir em baixo

▲And I will try to fix you▼

Mensagem por Zachary P. Tucker em Sab Jan 09, 2016 7:28 pm



And I will try to fix you
H U N T E D


✖ Usuários: Zachary P. Tucker and Reese Bauer Scott
✖ Status: Em andamento, restrita a convidados.
✖ Local: Cela 016.
✖ Conteúdo: Livre para todos os públicos.
✖ Dia: 10/01/2015
✖ Clima: Frio.
@DFRabelo

● ● ●

I'm your worst nightmare
avatar
Zachary P. Tucker
the stuck-ups
the stuck-ups

Mensagens : 75
Data de inscrição : 03/12/2015
Idade : 25

Ficha do Prisioneiro
Nível: 18
Experiência:
96/100  (96/100)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ▲And I will try to fix you▼

Mensagem por Zachary P. Tucker em Ter Jan 12, 2016 10:44 pm


ABOMINATION
If you are dead or still alive, I don't care

Abri meus olhos com certa dificuldade naquela manha. Um brisa gelada fez meus pelos se arrepiarem, me obrigando a me encolher mais na cama. Eu não estava com sono, mas aquele tempo sempre deixava a gente com vontade de ficar na cama o dia inteiro. Bom, considerando que eu estava preso e não tinha absolutamente nada para fazer naquele lugar, eu podia sim ficar na cama o dia inteiro, mas não sem fazer minha higiene matinal, claro. Odiava sentir aquele gosto de quem acabou de acordar na boca. Até hoje não entendo como alguém consegue beijar outra pessoa no instante em que acorda. É no minimo nojento. Soltei o ar e levantei de uma vez. Percebi de primeira que a cama do meu companheiro de cela estava vazia e estranhei, ele nunca acordava antes de mim. Notei também que não tinha mais nada ali além das minhas coisas, mas acabei dando de ombros e seguindo até o banheiro.

Não estava lotado, muito pelo contrário, contei cinco pessoas no recinto. Fui até a pia e escovei meus dentes, seguindo para uma cabine de banho. Três de cinco detentos me olharam estranho quando entrei na água gelada e os outros dois nem ligaram. Ah, para, nunca fiquei um dai sem tomar banho, não é porque to na cadeia que isso vai acontecer. Não demorei muito debaixo da água, logo sai e troquei o uniforme para o de dias mais frios. Voltei para minha cela bocejando e peguei uma toca, colocando na cabeça e cobrindo as orelhas.

- All I am is a man, I want the world in my hands. I hate the beach, but I stand in California with my toes in the sand. - Balancei a cabeça de uma lado para o outro enquanto cantava. Eu realmente odiava praia, calor e verão, mas não podia negar que ver o por do sol na California era uma das coisas que eu sentia falta. Encostei minha cabeça na parede, continuando a melodia - Use the sleeves of my sweater, lets have an adventure. Head in the clouds but my gravity centred, touch my neck and I'll touch yours... You in those little high waisted shorts. - Sorri comigo mesmo, escorregando na cama e ficando de barriga para cima, cruzando os braços atrás da cabeça. - Oh, she knows what I think about and what I think about. One love, two mouths, one love, one house, no shirts, no blouse, just us, you find out... Nothing that we don't wanna tell you about, no! - Conforme eu cantava, desenhava o ar com a mão, mantendo meus olhos fechados enquanto aproveitava a tranquilidade que cantar me proporcionava. - 'Cause it's too cold, whoa, for you here and now so let me hold, whoa, both your hands in the holes of my sweater... - Sorri comigo mesmo. Aquela música não era sobre nada ou ninguém especial, mas eu gostava de cantar. Acho que música é uma das poucas coisas que eu sinto, sabe? Quer dizer, dá pra sentir a música né? Porque se isso não for sentir, acho que procurei errado no google. Me mantive ali, cantarolando a música e absorto nos meus pensamentos. Pretendia fazer isso pelo resto do dia.

● ● ●

I'm your worst nightmare
avatar
Zachary P. Tucker
the stuck-ups
the stuck-ups

Mensagens : 75
Data de inscrição : 03/12/2015
Idade : 25

Ficha do Prisioneiro
Nível: 18
Experiência:
96/100  (96/100)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ▲And I will try to fix you▼

Mensagem por Reese Bauer Scott em Ter Jan 12, 2016 11:28 pm








Room mate or maybe some kind of.


M
eu dia havia começado mais cedo que o normal, toda a confusão de troca de cela e "Não esqueça seus pertences, não iremos devolver e jogaremos no lixo" eram estressantes.
Suspirei pesado rolando os olhos com toda ladainha quer ouvia enquanto me apressavam a recolher minhas coisas, haviam uniformes, livros, fotos e lembranças que não poderia esquecer de modo algum!
Por ser nova na cadeira, demorei o triplo de tempo necessário para sair de uma ala para a outra, algum tipo de engraçadinho havia trocado as placas de direções que deveria tomar e aquilo me irritou um pouco, afinal, estava caminhando equilibrando muitas coisas sem auxílio nenhuma e via a hora da minha foto com minha mãe cair no chão e quebrar o porta retrato.

Mantinha meus olhos fixos no porta retrato que aos poucos deslizava pelas coisas, apressei meus passos e ao olhar de relance para a cela 016.
-Rápido, rápido, rápido... Ufa.
Adentrei praticamente correndo e jogando minha coisas em cima da cama com cuidado redobrado para que o meu sagrado porta retrato não tivesse o péssimo fim pela minha pressa. A cantoria na cela me fez virar e me assustei ao ver um garoto deitado, sua maneira de me encarar foi engraçada, seus olhos confusos sobre mim me fizeram sorrir completamente envergonhada.
-Droga...
Sussurrei e olhei para minhas coisas me certificando de que estava tudo em segurança e olhei para o garoto novamente abrindo um largo sorriso, com minhas mãos coloquei alguns fios atrás da orelha e em seguida contraí meus lábios deixando o silêncio pairar.
-Ér... Hum... Desculpe estava com peso. Eu acho que sou sua companheira de cela. Quer dizer, eu sou sua companheira de cela. Hum. Prazer, Reese Bauer.
Estendi minha mão para ele dando um passo para frente deixando uma distância confortável entre nós dois.
Quando tenho o objetivo, o encaro com unhas e dentes. Não quero mais estar aqui e acredite, sou capaz de tudo para sair.

avatar
Reese Bauer Scott
the peaceful minds
the peaceful minds

Mensagens : 24
Data de inscrição : 03/01/2016
Idade : 24

Ficha do Prisioneiro
Nível: 10
Experiência:
50/100  (50/100)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ▲And I will try to fix you▼

Mensagem por Zachary P. Tucker em Qua Jan 13, 2016 11:40 pm


ABOMINATION
If you are dead or still alive, I don't care

Como eu não sou um cara de muita sorte e ali naquela prisão nada era como eu queria, infelizmente, claro que eu não teria a paz que planejei. Vou contar o motivo: Eu estava tranquilo na minha, cantando o resto da música quando um furacão entrou na cela. O furacão era uma garota, mais alta que as normais, loira e de pele dourada. Provavelmente era uma novata. Parei imediatamente de cantar e encarei suas costas com um misto de curiosidade e desconfiança. Ela se virou pra mim e sorriu envergonhada, o que me fez erguer uma sobrancelha. Novamente se virou meio desesperada, checando alguma coisa dentre as bilhões que estavam em cima da cama do meu colega de cela.

A garota se apresentou como Reese Bauer, estendeu a mão e disse que era minha nova colega de cela. O modo como ela agia exalava fofura, a voz dela era doce e o olhar de ternura e simpatia na minha direção fez com que eu desse um passo para trás. Era bondade demais em uma só pessoa e eu tinha alergia a essas pessoas. Instintivamente comecei a me coçar, me afastando ainda mais, até sentar na outra extremidade da cama. Ignorando totalmente o seu cumprimento, falei. - Não me interessa quem você é, não invada meu espaço e eu deixo você viver.- Fui curto, sério e grosso. Não queria contato com essa... Bondade em pessoa. Nojo. É o que me define agora.


● ● ●

I'm your worst nightmare
avatar
Zachary P. Tucker
the stuck-ups
the stuck-ups

Mensagens : 75
Data de inscrição : 03/12/2015
Idade : 25

Ficha do Prisioneiro
Nível: 18
Experiência:
96/100  (96/100)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ▲And I will try to fix you▼

Mensagem por Reese Bauer Scott em Qui Jan 14, 2016 12:16 am








Room mate or maybe some kind of.


M
eu olhar para o garoto foi curioso, tinha o péssimo hábito de avaliar a todos que me cercavam e com ele não foi diferente. Ele deu um passo para trás e pude concluir que não era do tipo sociável, estreitei o espaço entre minhas sobrancelhas as unindo e abaixei minha mão deixando com que meus dedos brincassem com a aba da minha blusa. Aquele uniforme não possuía bolso, tanto para esconder minhas mãos quanto para esconder minha cara que estava no chão após a reação do menino.
Ao vê-lo se coçar torci meu nariz em uma careta e dei um passo para trás, ele possuía algum tipo de ziquezira?
Olhei para minha cama e me sentei na beirada empurrando algumas coisas para o lado, tinha que organizar minhas coisas e pretendia acabar de ler meu livro, mas aquilo eu faria em outra hora.
-Credo... Grosso. Pelo menos sei que seu nome é Zachary, a plaquinha é mais sociável que você.
Disse e sorri para ele, talvez um sorriso até irônico mas não iria deixar meu humor se abalar pelo tom ríspido dele. Se eu iria me incomodar com ele? Nem um pouco! Quer dizer, talvez sim mas iria saber lidar, afinal, cresci com primas e os meninos da escola me ensinaram muito bem a sobreviver a pessoas como meu novo colega de cela, Zachary!
Enchi minha boca de ar e aos poucos fui o liberando enquanto separava minhas coisas pela cama, ao tentar arrumar acabava criando uma zona maior ainda. Pus-me de pé e então passei as mãos pelos cabelos tentando me organizar.
-Zachary, sabe como organizar coisas? Eu sou uma pessoa que definitivamente não sabe por onde começar a organização... Quer dizer, eu até sei. Mas olha...
Me virei para ele com as palmas das mãos para cima e erguendo os ombros comprimindo o lábio em gesto de surpresa, pouco me importava se ele me dava ou não atenção afinal, sabia que pelo menos ele me ouvia.
-Muita coisa para pouco espaço... Vou ter que improvisar.
Falei voltando a olhar minhas coisas e então iniciei pelo mais importante para mim: O porta retrato.
O peguei com cuidado e olhei para toda a cela, batuquei meus dedos no objeto e percebi um pequeno vasculhante, ou melhor, uma janela pequena e sem exitar me aproximei pondo meu precioso pertence ali sem muito esforço, analisei o local e empurrei um pouco para o lado deixando-o no canto para que caso ventasse não caísse e quebrasse.
-Ei... Zachary. Se importa se eu deixar aqui? Não? Oh que gentil...
Disse tentando não rir e me virei para o menino mantendo o sorriso em meu rosto, fiquei o encarando até que ele voltasse a me olhar e então caminhei pela cela com passos largos e sem pressa peguei as peças de meu uniforme e as dobrei voltando a puxar assunto.
-Vamos ficar juntos aqui por muito tempo... Você não tem nem um pouco de vontade de manter uma boa relação entre nós dois?
Quando tenho o objetivo, o encaro com unhas e dentes. Não quero mais estar aqui e acredite, sou capaz de tudo para sair.

avatar
Reese Bauer Scott
the peaceful minds
the peaceful minds

Mensagens : 24
Data de inscrição : 03/01/2016
Idade : 24

Ficha do Prisioneiro
Nível: 10
Experiência:
50/100  (50/100)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ▲And I will try to fix you▼

Mensagem por Zachary P. Tucker em Seg Jan 18, 2016 1:04 am


ABOMINATION
If you are dead or still alive, I don't care

Apenas revirei os olhos com o comentário dela e mostrei o dedo do meio com uma expressão extremamente debochada no rosto. –Se tem meu nome escrito na plaquinha, não é necessário ficar com esse blablabla todo. – Comentei, sem nem olhar pra cara dela. A loira continuava a falar, enquanto andava de um lado para o outro tentando organizar as milhões de coisas que ela tinha. Não era necessário tudo aquilo. Ela estava em uma prisão. Será que ela achava que estávamos em um spa de verão? Ou então em um reality show, tipo aquele Big Brother? Bom, se tivesse, meu voto para o paredão iria pra ela. “É apenas afinidade, Bial. E uma vontade imensa de tacar a cabeça dela na parede, apenas” pensei, respirando fundo.

A voz dela me irritava cada vez mais. Era como eu imaginava as falas das fadas, ou seja: Finas e fofas. Contudo, eu não gosto de coisas fofas, são muito... fofas. Observei que ela falava alguma coisa sobre um porta retrato diretamente comigo e seguiu para um vasculante, colocando-o lá. Franzi o cenho, observando a foto. Me levantei e coloquei um porta retrato de caveira - que tinha pegado de qualquer pessoa para pegar inspiração para uma tatuagem - do lado. - Magina, só não me responsabilizo se quando for pegar o meu, derrubar o seu acidentalmente no chão.- Sorri de forma fechada e ela voltou a perguntar. - Cara, porque diabos você quer manter uma relação saudável? Aqui é uma prisão, querida, você tem que acordar pra realidade. - Bufei. -Você tem sorte se eu estar de bom humor e não enfiar um pano na tua boca pra calar a boca. - Ah cara, não estava sendo grosso demais, nem vem pensar isso de mim. Não tenho culpa de não ter ido com a cara dela.


● ● ●

I'm your worst nightmare
avatar
Zachary P. Tucker
the stuck-ups
the stuck-ups

Mensagens : 75
Data de inscrição : 03/12/2015
Idade : 25

Ficha do Prisioneiro
Nível: 18
Experiência:
96/100  (96/100)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ▲And I will try to fix you▼

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 :: H u n t e d

 :: Prisão

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum